Conceito.de

Conceito de bíceps

O termo bíceps refere-se, em seu sentido mais geral, a algo que tem duas extremidades ou duas cabeças. O conceito é frequentemente usado no campo da anatomia para nomear um músculo par que, na sua extremidade superior, tem duas inserções ou setores.

O músculo bíceps braquial é encontrado no braço, cobrindo os músculos braquiais e coracobraquiais anteriores. Em seu setor superior apresenta uma porção longa (que desce pelo úmero) e uma porção curta (originada por um tendão que compartilha com o músculo coracobraquial).

O bíceps braquial, vascularizado pelas artérias bicipitais, é inervado por um ramo do nervo musculocutâneo. Este músculo permite que o braço se mova, permitindo – juntamente com outros músculos – a flexão do cotovelo.

Em outras palavras, o bíceps braquial se estende da parte superior do rádio até a escápula. Quando se contrai, permite que o antebraço se dobre sobre o braço.

É comum as pessoas realizarem exercícios físicos específicos para o desenvolvimento do bíceps devido à sua capacidade de hipertrofia. A repetição de certos movimentos e o levantamento de peso fazem com que os bíceps aumentem de tamanho.

O músculo bíceps femoral, por outro lado, está localizado na coxa. Também conhecido como bíceps crural, está localizado na região póstero-externa desta parte da perna e tem uma porção curta (femoral) e uma porção longa (isquiática).

Quando o bíceps femoral se contrai, faz com que a perna se dobre sobre a coxa. Juntamente com os músculos semitendinosos e semimembranosos, formam o grupo conhecido como músculos isquiotibiais.