Conceito.de

Conceito de agonista

Escutar o artigo

O termo agonista é um adjetivo que deriva da língua latina, ainda que as suas raízes etimológicas mais remotas residam no idioma grego. Na área da bioquímica, é considerado agonista o componente que tem a capacidade de aumentar a atividade que realiza outra substância.

agonista
Agonista também descreve os músculos

Os agonistas funcionam a partir da sua faculdade de acoplamiento a um receptor de tipo celular. Desta forma, conseguem provocar uma determinada acção na célula. Os antagonistas, por sua vez, são os compostos que provocam o contrário: ao unir-se ao receptor, provocam um bloqueio.

Conforme o efeito que provocam, os agonistas podem qualificar-se como parciais ou completos. Por outro lado, segundo a origem, os agonistas são artificiais ou naturais. Também se pode falar de agonistas irreversíveis (a sua adesão ao receptor é permanente e, por conseguinte, produz a sua ativação constante) e agonistas inversos (um agonista que se vincula ao mesmo receptor que outro agonista, mas impulsa uma ação que é oposta).

Um exemplo de agonista é o agonista alfa-1, que é qualificado como agonista adrenérgico, uma vez que provoca um efeito igual ou semelhante àquele provocado pela adrenalina. Neste caso, o agonista alfa-1 consegue estimular a atividade de uma enzima chamada fosfolipasa C. Esta molécula (a fosfolipasa C) gera a constrição dos vasos sanguíneos e a dilatação das pupilas.

Agonista (anatomia)

No campo da anatomia, os músculos agonistas são aqueles que realizam um movimento oposto ao que desenvolve o músculo antagonista. Noutros termos, se o agonista realizar uma contração, o antagonista procede ao relaxamento.

O antagonista parcial não faz a anulação por completo do agonista (esse é o mais comum), enquanto que o antagonista total mantém seu foco na atuação do problema, sem causar quaisquer interferências nas partes em funcionamento.

Se há um paciente com intoxicação, então o antagonista total é o mais indicado para uso, posto que ele não gera danos ao organismo, pelo contrário, ele atua em prol da sua proteção.

O antagonista reversível é aquele com a capacidade de reverter os efeitos do antagonista, enquanto que o irreversível é o com a capacidade de inibir os efeitos desse. O competitivo faz com que o agonista não consiga encaixar-se, havendo competição entre esses. Já o alostérico age em outros receptores com efeitos que quem os efeitos atenuantes dos que que são liberados pelo antagonista.

Classificação dos músculos quanto à função

conceito de agonista
Músculos agonistas e antagonistas atuam em conjunto

Vejamos agora a classificação dos músculos de acordo com a sua função para entendermos melhor sobre os agonistas:

– Músculos agonistas: músculos principais, eles fazem a ativação de um determinado movimento corporal, para isso há a contração para obter esse movimento. Alguns exemplos: na hora de flexionar o cotovelo, então o músculo bíceps braquial é aqui o agonista;

– Antagonistas: esses são os que vão contra a ação dos anteriores (agonistas), em outras palavras: se um músculo agonista relaxa, então o antagonista se contrai, mas isso acontece de maneira suave;

– Sinergistas: esses contraem-se ao no mesmo momento em que se contraem os agonistas. Esses músculos são auxiliadores do processo, ainda ajudando na estabilização das articulações;

– Fixadores: por fim, há os estabilizadores que fazem a estabilização da origem dos músculos agonistas (geralmente na área proximal), melhorando sua eficácia de atuação.

Método agonista-antagonista

Há na área da musculação um método de treino que é chamado de agonista-antagonista. O objetivo com o uso dele é que o praticante treine com mais intensidade, mas para isso disporá de menos tempo.

Esse método trata-se de gerar estímulo de forma prévia na musculatura antagonista de um dado grupo muscular, com isso se tem mais força ali.

Como sabido, o músculo agonista é o músculo principal, o foco do treino, sendo esse o que mais se ativará nesse treino. Por sua vez, o antagonista é o que vão contra as ações dos agonistas. E assim esse método de treino faz a estimulação de forma intensa das fibras musculares, o que ajuda aqueles que buscam a hipertrofia muscular.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Julho de 2015). Conceito de agonista. Conceito.de. https://conceito.de/agonista