Conceito de negócio




Fev 09, 13 Conceito de negócio

O termo negócio provém do latim “negotĭum”, que é um vocábulo formado por nec e otium (“aquilo que não é lazer”). Trata-se da ocupação, da actividade ou do trabalho que se realiza com fins lucrativos. Por exemplo: “O meu pai dedica-se ao negócio da construção civil”, “O Romeu passa a vida a correr, é um homem de negócios”.

Aquilo que é matéria de una ocupação lucrativa, a acção e o efeito de negociar, as transacções comerciais e os lucros que se obtêm daquilo que se comercializa são outras acepções que este conceito admite: “Preciso de falar de negócios contigo”, “O meu esposo vai viajar para os Estados Unidos para tratar de fechar vários negócios importantes que tem por lá”.

Negócio também é o local em que se negoceia ou se comercializa: “Ontem, abriram um negócio de vestuário perto de minha casa”, “Na próxima semana, vou começar a trabalhar num negócio de telemóveis”, “No meu bairro, não há grandes negócios, daí ser bastante sossegado, até porque é uma zona essencialmente residencial”.

O mundo dos negócios implica, em sentido lato, várias noções relacionadas. Quando a actividade dos negócios se desenvolve de modo formal e com um certo volume, tende-se a criar empresas. Uma empresa é uma unidade económico-social, composta por elementos humanos, técnicos e materiais, cujo objectivo consiste em obter utilidades através da participação no mercado de bens e de serviços.

O comércio, por outro lado, é a negociação que se estabelece ao comprar ou vender mercadorias. Enquanto lugar físico, comércio é sinónimo de negócio ou de estabelecimento comercial (loja).

Por fim, em sentido figurado, o termo “negócio” é bastante usado para fazer referência a simples assuntos ou coisas, sendo que, por norma, o receptor está em sintonia com o emissor, pois sabe do que este está a falar: “Não estou gostando nada desse negócio…”