Conceito.de

Conceito de celebração

Celebração é um termo com origem no latim celebratĭo. O conceito refere-se à ação de celebrar (festejar, comemorar, reverenciar, realizar uma reunião).

Exemplos: “No âmbito da celebração pelo centenário da instituição, os vizinhos puderam desfrutar de um concerto de Marco Paulo”, “Estão todos convidados para a celebração do meu aniversário: será na próxima sexta-feira às 17 horas no pavilhão multiusos de Guimarães”, “Dois mil agentes de polícia estarão encarregues pela segurança durante a celebração do partido”.

Uma celebração, por conseguinte, pode ser uma festa, um ato, uma comemoração ou outro tipo de evento festivo. O seu objetivo é recordar ou comemorar algum acontecimento, uma data especial ou homenagear uma pessoa. Uma festa de aniversário, uma reunião pelo aniversário da fundação de um clube ou a inauguração de um novo centro cultural são exemplos de celebrações.

A pessoa que organiza a celebração é o anfitrião, o qual costuma encarregar-se dos gastos da festa. Cabe ao anfitrião decidir quem serão os convidados da sua celebração, escolhendo geralmente entre os seus amigos e familiares. Algumas celebrações são massivas, ao passo que outras são mais pequenas, discretas e íntimas.

A noção de celebração também pode ser usada na concretização de um acordo ou de um contrato: “Hoje, vou assistir à celebração do contrato com o nosso novo fornecedor”.

Na religião, trata-se da realização de uma cerimónia religiosa (um casamento, uma comunhão, uma batizado, etc.).

Uma pessoa pode fazer a celebração quando um familiar ou amigo consegue ingressar na universidade, quando se inicia um novo ano (as celebrações da virada do ano) ou mesmo quando ela mesma consegue algum grande feito em sua vida pessoal ou em sua profissional.

Sempre que se deseja comemorar alguma coisa, então é feita uma celebração, a qual pode ser feita com a presença de familiares, amigos ou mesmo na presença de apenas uma ou duas pessoas, uma vez que não existem regras quanto a como deve ser feita uma celebra, nesse caso.

Já quando se trata de uma celebração religiosa, por exemplo, então podem haver algumas diretrizes para que a mesma ocorra. Logo, pode-se dizer que celebrações mais especificas dependerão do contexto quanto a como devem ser realizadas.

Uma celebração pode também ser um enaltecimento público, por exemplo: “fizeram uma festa para celebrar a transformação da cidade num importante polo industrial, sendo esse um grande marco”.

No tocante a religião cristã, a celebração acontece também quando se realiza uma festa como forma de exaltação a Deus, como forma de enaltecê-lo diante de todos (publicamente). É dito que toda a criação celebra a Deus que a fez.

Há, ainda, nas igrejas evangélicas, tipos de cultos, sendo, por exemplo: cultos onde se tem o foco na doutrinação, com leituras bíblicas e ensinamentos, e cultos de celebração a Deus, onde o proposito são canções e momentos de adoração, por exemplo: “no dia de hoje haverá um culto de adoração e celebração a Deus”.