Conceito.de

Conceito de compêndio

A noção de compêndio, que deriva da palavra latina “compendĭu”, refere-se a uma exposição resumida que reúne o mais importante de uma temática que já foi exposto ou que é conhecido.

Compêndios são compilações de informações. Embora constituam um resumo de algo mais extenso, geralmente incluem dados detalhados que permitem a compreensão do assunto de interesse.

Um exemplo de compêndio é o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. É uma extensa publicação que divulga a doutrina do catolicismo, também conhecido como CIC ou CCE (do latim Catechismus Catholicae Ecclesiae). Com o intuito de resumir os pontos mais importantes da CIC, o Papa Bento XVI apresentou em 2005 o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. Através deste compêndio, é oferecido um acesso mais curto e fácil aos princípios do catecismo.

Outro compêndio famoso é o Compêndio Matemático, editado por Antonio Bordazar no século XVIII, com base nos conceitos de Tomás Vicente Tosca. O compêndio parte de diferentes cursos enciclopédicos para transmitir noções sobre disciplinas matemáticas.

Na mídia, fala-se de um compêndio com referência a um resumo informativo. Um programa de televisão de análise política, para citar um caso, pode emitir um compêndio das notícias mais importantes da semana como introdução e, em seguida, dar lugar a entrevistas com vários especialistas e analistas. Pretende-se, com este compêndio, que os espectadores tenham algum conhecimento básico sobre os eventos que serão analisados no programa.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (28 de Novembro de 2019). Conceito de compêndio. Conceito.de. https://conceito.de/compendio