Conceito.de

Conceito de cromo

Existem vários usos do termo crómio, cuja origem etimológica se encontra no vocábulo latino chrôma (que se pode traduzir como “cor”). O conceito pode aludir ao elemento químico de número atómico 24.

O crómio, neste sentido, é um metal de rara presença na corte da Terra. Trata-se de um elemento brilhante, de tonalidade branca ou prateada, que se encontra geralmente como óxido e que, graças à sua capacidade para resistir à corrosão, é utilizado para proteger outros metais. O processo que consiste na aplicação de uma camada de cromo sobre outro metal recebe o nome de cromado.

De símbolo Cr, o cromo é duro apesar de quebrar com facilidade. Os seus sais podem ser usados como mordentes (para a fixação de cores), ao passo que os seus óxidos e cromados são utilizados em tintas.

Cromo também é um elemento compositivo que alude à cor. A cromolitografia, neste âmbito, é uma técnica que consiste em litografar com diferentes cores. A cromosfera, por sua vez, é a zona da camada gasosa que cobre o Sol que se caracteriza pelas suas tonalidades avermelhadas.

A noção de cromo também pode derivar de cromolitografia. Assim se denomina à cartolina, ao cartão ou à estampa que exibe figuras coloridas e que as crianças usam para coleccionar ou jogar.

Os cromos podem ser auto-adesivos para que as crianças os possam colar numa caderneta. Estas cadernetas têm espaços numerados: quando a criança consegue o cromo com o número correspondente, deve colá-lo e preencher o espaço. Completar uma caderneta representa portanto um desafio.