Conceito.de

Conceito de difração

A etimologia de difração nos remete ao latim científico “diffractiōne”, um termo que pode ser traduzido como quebrar em pedaços. Esse conceito é usado no campo da física para nomear o desvio de uma onda quando ela passa por uma abertura ou atinge a borda de um elemento opaco.

A difração é um fenômeno que abrange todas as ondas: eletromagnéticas, de rádio, sonoras, etc. Quando a onda passa por uma fenda ou encontra um obstáculo, ela se desvia.

Através de diferentes abordagens matemáticas, é possível prever a difração. A difração de campo próximo, também conhecida como difração de Fresnel (de Augustin Fresnel, físico francês nascido em 1788 e falecido em 1827), é um padrão de difração das ondas que são obtidas nas proximidades do elemento que causa a difração. A difração de campo distante ou difração de Fraunhofer, por outro lado, é orientada para uma onda cuja fonte está muito longe do obstáculo que causa a difração.

O fenômeno da difração é aplicado em diferentes tipos de estudos e pesquisas. A chamada cristalografia de raios X é baseada na difração para analisar materiais com estrutura periódica, como cristais. Essa técnica foi muito importante no estudo da estrutura do DNA, por exemplo.

Nesse caso, os raios X sofrem difração devido aos elétrons que circundam os átomos do cristal. O feixe que emerge desse encontro abriga dados sobre os tipos de átomos e suas posições. Esta informação é observada e medida através de diferentes detectores.