Conceito.de

Conceito de diletante

A palavra diletante tem origem no idioma italiano: “dilettante”, cuja tradução está ligada a encantar. O conceito geralmente se refere a alguém que gosta de algum ramo da ciência ou arte ou que tem um grande conhecimento sobre isso.

Por exemplo: “Meu avô é um homem muito culto e diletante que eu adoro ouvir”, “O canal está procurando um jornalista diletante para o desenvolvimento de programas e investigações especiais”, “O autor sempre foi mobilizado por seu espírito diletante”.

Nesse contexto, a ideia de diletante está associada a alguém que possui conhecimento ou é capaz de realizar determinadas ações e oferecer sua opinião sobre determinados tópicos. Portanto, é uma qualificação positiva para quem a recebe.

No entanto, há também um significado pejorativo ou negativo. Nesses casos, chama-se diletante a quem conhece algo ou se dedica a isso como amador, em contraposição com um profissional. Também é possível chamar diletante a alguém que desenvolve uma atividade esporadicamente ou se envolve de forma apenas superficial: “Não quero mais sugestões dos diletantes, preciso ter verdadeiros especialistas em minha equipe”, “Os meus parabéns, para um diletante o que você fez não foi nada ruim”, “Não me interessa debater, o deputado é um diletante que opina sem saber muito”.

Por fim, “Diletante” é o título de um filme argentino dirigido e escrito por Kris Niklison. É um documentário lançado em 2010 e dedicado à figura de Bela Jordán, mãe de Niklison.