Conceito.de

Conceito de embalagem

Se ficarmos com o primeiro significado de embalagem mencionado no Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa da Michaelis, o termo se refere ao ato e ao resultado de embalar: colocar um líquido ou outra substância em um recipiente.

O uso mais habitual da noção, no entanto, está associado ao recipiente em si mesmo. Em outras palavras, uma embalagem é um objeto que permite o armazenamento e transporte de determinados produtos.

Existem vários tipos de embalagem, uma vez que os elementos embalados podem ser muito diversos. Garrafas de vidro ou plástico e tetrabriks, por exemplo, são as embalagens mais comuns para bebidas. As bolachas, por sua vez, são normalmente vendidas em embalagens de plástico, papel ou papelão.

As características da embalagem dependem do que ela contém, pois deve garantir a retenção, proteção, manuseio e distribuição adequados do produto. Um refrigerante, para citar um caso, não pode ser embalado em papel, pois a embalagem iria molhar-se e estragar-se. Os bens mais frágeis, por outro lado, precisam de embalagens resistentes aos golpes.

Já o cuidado com o meio ambiente exige o uso de embalagens reutilizáveis ou recicláveis para minimizar a geração de resíduos. As garrafas de vidro, neste sentido, são valiosas porque podem ser recarregadas após passar por um processo completo de limpeza e desinfecção. Algumas garrafas de plástico também podem ser recicladas: elas são derretidas e usadas como matéria-prima para a produção de novas embalagens ou outros produtos.