Conceito.de

Conceito de gerar

O verbo gerar, que procede do vocábulo latino “generāre”, alude à geração de uma nova vida. Pessoas e animais, ao se reproduzir, geram seus descendentes.

No caso dos seres humanos, o método natural de geração de novos seres é a relação sexual entre um homem e uma mulher. Na cópula, o homem insere seu pênis na vagina da mulher. Ao ejacular, ele deposita seu sêmen: se um espermatozoide fertilizar um óvulo, ocorre a gravidez. Isso acontece quando o gameta masculino (o espermatozoide) e o gameta feminino (o óvulo) se fundem para formar um zigoto. Durante nove meses, o zigoto cresce no útero da mulher em diferentes estágios: primeiro ele se torna um embrião e depois um feto. Por fim, ocorre o parto, acontecendo o nascimento da criança gerada com a referida relação sexual.

Existem, no entanto, outras formas de gerar vida. Inseminação artificial, fertilização in vitro e barriga de aluguel gestacional são diferentes técnicas que possibilitam o nascimento de uma pessoa.

A ideia de gerar também é usada com respeito a formar, produzir ou originar algo, seja físico (material) ou simbólico (abstrato). Por exemplo: “Todos os setores políticos devem trabalhar juntos para gerar novas leis de acordo com os tempos em que vivemos”, “Os jogadores de futebol não devem ter atitudes no campo que contribuam para gerar violência nos estádios”, “Especialistas alertam que a humanidade não deveria gerar tantos resíduos uma vez que o planeta não consegue assimilá-los”.