Conceito.de

Conceito de pórtico

O termo latino portĭcus converteu-se, na nossa língua, em pórtico. Este conceito menciona o espaço levantado com colunas e telhado que se encontra na entrada de certas construções.

Exemplos: “Mamã, há um homem à tua espera no pórtico”, “O pórtico encheu-se de pedras depois de ter caído granizo”, “Os meus avós, no Verão, passam todo o dia sentados no pórtico para desfrutar do ar livre”.

Um pórtico pode ser o local de entrada de um templo ou também de um palácio. Esse espaço pode ser revestido dos mais variados materiais, um exemplo seria o uso do mármore.

O pórtico costuma constituir-se como uma galeria que se estende na fachada do edifício. Quando o pórtico se encontra junto de um templo romano ou da antiga Grécia, dá-se-lhe o nome de pronaos (cuja origem etimológica deriva de um conceito grego que se pode traduzir como “diante do templo”). Os pórticos também tendem a designar-se átrios apesar de este termo se referir especificamente a um espaço que não está coberto.

Dependendo da quantidade de colunas que dispuser, o pórtico pode qualificar-se de diferentes formas: distilo (com duas colunas na sua fachada), tetrastilo (quatro colunas), hexastilo (seis colunas), octostilo (oito colunas), decastilo (dez colunas), dodecastilo (doze colunas), etc.

É possível encontrar numerosos exemplos de edifícios históricos com pórticos. O Partenão de Atenas tem um pórtico com oito colunas na respectiva fachada, pelo que se trata de um pórtico de tipo octostilo. O pórtico do Panteão de Roma também é um octostilo.

O Templo de Vénus e Roma, o Heféstio e até o Capitólio norte-americano são outras construções com um pórtico na sua fachada, o que demonstra a popularidade deste elemento arquitetônico ao longo da história.

Outros exemplos de pórticos são: o templo de Zeus, que localiza-se em Olímpia, mas que agora se encontra em ruínas, o Templo de Concórdia (também chamado de Tempo F), localizado em Agrigento (o qual encontra-se bem conservado até os dias atuais), o templo de Sagesta (ese encontra-se inacabado), há também o Templo de Posidão que fica no Cabo Sunião (ou Cabo Súnio), entre outros.

Um cidade que é bastante conhecida pelos pórticos é Bolonha, na Itália, contando com 45 km de arcadas, sendo que somente no centro da cidade existem 38 km. É ali onde está o mais comprido pórtico do mundo, com aproximadamente 3,5 km, com sua extensão sendo dos limites da cidade até o Sanctuary of the Madonna di San Luca (“Santuário da Madonna de San Luca” na tradução em português).

No Brasil existem também algumas dessas construções, tais como os dois pórticos que existem em Gramado, uma cidade da serra gaúcha. Esses são pontos turísticos bem conhecidos.

Uma dessas construções é o pórtico Via Nova Petrópolis (inaugurado em 1973) e a outra o pórtico Via Taquara, o qual possui uma arquitetura ao estilo normando, dando destaque para as origens alemãs dessa cidade. Esses dois pórticos são alguns dos mais populares no país e a parada ali é comum por quem vai até essa cidade vindo de outro estado, cidade ou país.