Conceito.de

Conceito de proclive

O adjectivo “proclive” é um termo com origem no vocábulo latino proclīvis que se utiliza para designar o que está inclinado ou propenso a algo. O termo também é usado para fazer referência àquilo ou àquele que é propenso a (fazer) algo.

Exemplos: “As crianças que não se alimentam correctamente são proclives a adormecer nas aulas”, “Este deputado é proclive às declarações polémicas”, “Dizem que as mulheres são mais proclives do que os homens a aborrecerem-se com problemas derivados da convivência”.

Proclive, por conseguinte, está relacionado com uma certa tendência ou com uma maior predisposição. Quando se diz que um homem é proclive aos acidentes, significa que esse sujeito costuma ou tende a sofrer acidentes com uma frequência superior à média das restantes pessoas.

Num sentido similar, um jogador de ténis que seja proclive a subir à rede para definir os pontos repetirá essa acção várias vezes numa mesma partida, ao passo que um jogador com outra classe de jogo jogará desde o fundo do terreno.

Um movimento sociopolítico que é proclive à violência é aquele cujas manifestações públicas costumam incluir actos violentos. Um agrupamento cujas marchas tendem a acabar em violência, confrontos com a polícia e feridos, é, portanto, proclive à violência.

A noção de proclive pode associar-se, por outro lado, a um apoio ou ao facto de tomar partido. Uma cidade é proclive à independência de uma certa comunidade quando, pela sua história ou pelos seus governantes, tende a apoiar o movimento independentista.