Conceito.de

Conceito de progesterona

As hormonas que participam do processo de gestação recebem o número de progestógenos. Dentro deste grupo, encontra-se a progesterona, que pode ser considerada como o progestógeno mais importante entre aqueles que o ser humano produz de forma natural.

Esta hormona esteróide, composta por quatro hidrocarbonetos cíclicos que se encontram interrelacionados entre si e outros componentes, participa da gravidez, da embriogenese e a menstruação. A progesterona é produzida na placenta, nos ovários, o fígado e as glândulas supra-renais.

A progesterona também se pode qualificar como uma hormona de tipo sexual. Começa a produzir-se a partir da puberdade nas mulheres, fomentando o desenvolvimento de maturação a partir da sua acção durante o ciclo menstrual. A progesterona, com efeito, é a chave para o desenvolvimento da gravidez.

Quando a progesterona é ingerida através de pílulas com algum fim, pode provocar efeitos secundários, como cefaleias (dor de cabeça), problemas renais, cãibras, retenção de líquidos e doenças de tipo trombótico.

Os valores normais de progesterona em sangue variam segundo diferentes factores. No homem e na mulher antes da ovulação e depois da menopausa, situa-se abaixo de um nanograma por mililitro. Na metade do seu ciclo, as mulheres apresentam um nível de progesterona no sangue de entre cinco e vinte nanogramas por mililitro. Durante a gravidez, por fim, a quantidade de progesterona varia entre onze e noventa nanogramas por mililitro conforme a etapa.

Uma medição do nível de progesterona, por conseguinte, pode ajudar a diagnosticar gravidez, problemas de ovulação, hiperplasia supra-renal congénita ou diversos tipos de cancro.