Conceito.de

Conceito de rap

O rap é um estilo de música que se caracteriza por um recitado rítmico das letras, que não se cantam. Surgido nos Estados Unidos na metade do século XX, trata-se de um estilo que costuma ser associado à população norte-americana de raça negra apesar de, hoje em dia, transcende fronteiras e culturas.

O nome RAP é uma sigla para a expressão em inglês “Rhythm And Poetry”, o que traduzindo significa “Ritmo e Poesia”.

Foi na década de 60, na Jamaica, que o rap ganhou ainda mais destaque com o surgimento de equipamentos sonoros que amplificavam o som e ficavam ao ar livre. Tais equipamentos eram amplificadores que contribuíram muito para o impulsionamento das festas ao ar livre que aconteciam muitas vezes pelas ruas da Jamaica.

Os intérpretes são mencionados como rappers ou com a sigla MC (por Master of ceremony, isto é, “Mestre de cerimónia”). Ao cantar rap, o MC apoia-se numa melodia de fundo que se denomina beat, sendo esta que marca o ritmo.

Os responsáveis por fazer rap naquela época usavam letras falando sobre festa e diversão, ou seja, esse estilo ainda não tinha as letras profundas e reflexivas que hoje se conhece.

Conforme o tempo foi passado, então as letras passaram a abordar questões políticas e até mesmo polemicas. E haviam aqueles que rebatiam tais músicas com outros versos, expressando então a sua opinião também. E tudo isso ajudou a popularizar ainda mais o rap e fazer dele algo de caráter democrático.

O rap é usado para expressar sentimentos e opiniões, sem contar que esse estilo é ainda usado por aqueles que querem defender os seus ideais. Por isso que ele é visto como uma das mais relevantes formas de expressão artística e também política desse tempo.

A música em si já é uma forma de expressão, sendo ainda mais com as letras que elas possuem, e no rap tudo isso se intensifica.

O rap pode ser cantado também a capella (sem acompanhamento). E tempos depois surgiu o beatbox que é uma forma de reproduzir sons com a boca, podendo fazer sons de bateria, efeitos, etc. Assim, um rapper ficava responsável pelo beatbot e o outro cantava.

É importante destacar, porém, que existem muitos subgéneros dentro do rap. Alguns aproximam-se do rock e do pop, como o rap hardcore ou o pop rap. Nestes casos, as melodias e os temas são mais próximas do formato de canção que se associa a esses géneros.

O gangsta rap, por sua vez, é a modalidade do rap que procura contar os problemas sociais que sofrem as regiões mais humildes. A violência, o delito e as drogas, por conseguinte, aparecem com frequência nas letras.

Apesar de ter surgido em zonas marginais e como uma expressão de rebeldia através de letras combativas, o rap foi avançando até se tornar um sucesso comercial. Hoje faz parte da indústria musical e move milhões de dólares por ano, sendo uma parte destacada do negócio cultural em todo o mundo, mas especialmente nos Estados Unidos.