Conceito.de

Conceito de sereia

O vocábulo latino sirēna derivou em sereia, um termo que faz referência a uma figura mitológica que, inicialmente, designava uma criatura com corpo de uma ave e torso de uma mulher. Com o tempo, porém, a ideia de sereia começou a associar-se a uma criatura metade peixe, metade mulher.

As sereias são ninfas: deidades femininas que costumam associar-se a um sítio natural específico. No caso das sereias, de acordo com a mitologia, encontram-se no oceano e seduzem os navegantes graças ao seu canto. A voz da sereia, de facto, tem a capacidade atrair os homens.

Ao longo da história, as sereias foram representadas de distintas formas. É hábito encontrar figuras de sereias com os peitos à mostra ou tapados pelo cabelo. Por norma, a parte feminina das sereias é representada com grande beleza e linhas harmoniosas.

Numerosas histórias literárias e tradicionais têm como protagonistas as sereias. Uma das suas aparições mais famosas encontra-se na Odisseia, o poema que se atribui a Homero. Neste relato, Ulisses decide tapar os ouvidos aos seus marinheiros para que, ao atravessarem o mar, os homens não sejam tentados/atraídos pelo canto das sereias. Por sua vez, este faz-se atar ao mastil do navio para ouvir as sereias sem se atirar à água.

“A Pequena Sereia”, por sua vez, é um famoso conto de Hans Christian Andersen que foi adaptado ao cinema com grande êxito pela Walt Disney Pictures em 1989.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (19 de Setembro de 2014). Conceito de sereia. Conceito.de. https://conceito.de/sereia