Conceito de sobriedade


Dez 07, 13

Sobriedade, do latim sobriĕtas, é a qualidade de sóbrio. Este adjectivo qualifica qualquer pessoa que não esteja ou se encontre sob o efeito do álcool ou aquilo (ou quem) não tem adornos supérfluos e que, por conseguinte, é moderado e discreto.

Exemplos: “O cantor vai ser internado com o objectivo de recuperar a sobriedade, depois de vários meses de excessos”, “Num desfile de moda, aquilo que importa mesmo é a sobriedade. Caso contrário, tudo acaba em circo”, “Gosto do estilo da Miranda: apresenta sobriedade e elegância”.

A sobriedade, posto isto, pode ser o estado da pessoa que não esteja embriagada. O alcoolismo é uma dependência que implica a necessidade (desmedida) de consumir álcool, pois o seu consumo excessivo pode criar dependência física.

Com o passar do tempo, o alcoólico começa a elevar a sua tolerância ao álcool e precisa de ingerir dose cada vez maiores para alcançar o efeito pretendido. Os períodos de sobriedade tornam-se, portanto, mais escassos.

A recuperação desta doença costuma incluir internamentos e a participação em grupos de auto-ajuda, com especialistas que agem como guias para que o paciente consiga manter a sobriedade, isto é, manter-se sóbrio.

Sobriedade, num sentido diferente, é algo que carece do supérfluo ou acessório. Umas calças pretas podem ser consideras sóbrias, ao passo que umas calças amarelas às riscas verdes e rosas, com nódoas azuis e franjas ao nível dos joelhos nunca se poderão caracterizar pela sua sobriedade.

A sobriedade, por último, também se associa ao carácter temperado, discreto e tranquilo com que se comporta uma pessoa, sem alaridos, excentricidades nem escândalos.