Conceito.de

Conceito de sobriedade

Sobriedade, do latim sobriĕtas, é a qualidade de sóbrio. Este adjetivo qualifica qualquer pessoa que não esteja ou se encontre sob o efeito do álcool ou aquilo (ou quem) não tem adornos supérfluos e que, por conseguinte, é moderado e discreto.

Exemplos: “O cantor vai ser internado com o objetivo de recuperar a sobriedade, depois de vários meses de excessos”, “Num desfile de moda, aquilo que importa mesmo é a sobriedade. Caso contrário, tudo acaba em circo”, “Gosto do estilo da Miranda: apresenta sobriedade e elegância”.

A sobriedade, posto isto, pode ser o estado da pessoa que não esteja embriagada. O alcoolismo é uma dependência que implica a necessidade (desmedida) de consumir álcool, pois o seu consumo excessivo pode criar dependência física.

Com o passar do tempo, o alcoólico começa a elevar a sua tolerância ao álcool e precisa de ingerir dose cada vez maiores para alcançar o efeito pretendido. Os períodos de sobriedade tornam-se, portanto, mais escassos.

A recuperação desta doença costuma incluir internamentos e a participação em grupos de auto-ajuda, com especialistas que agem como guias para que o paciente consiga manter a sobriedade, isto é, manter-se sóbrio.

Sobriedade, num sentido diferente, é algo que carece do supérfluo ou acessório. Umas calças pretas podem ser consideras sóbrias, ao passo que umas calças amarelas às riscas verdes e rosas, com nódoas azuis e franjas ao nível dos joelhos nunca se poderão caracterizar pela sua sobriedade.

A sobriedade também se associa ao carácter temperado, discreto e tranquilo com que se comporta uma pessoa, sem alaridos, excentricidades nem escândalos.

Uma pessoa sóbria, assim, é tanto alguém que não esteja sob influência de bebidas alcoólicas, como também uma pessoa que aja com moderação no que faz. Assim como, a sobriedade é tanto característica de quem é sóbrio quanto do que é sóbrio, por exemplo: “o look que ela usava transmitia muita sobriedade em suas composições” ou “a escolha dos elementos para decoração geraram um clima de sobriedade no ambiente”.

Na religião cristã é pregada a sobriedade, onde na bíblia é descrito que as pessoas devem ser sóbrias em tudo o que elas fazem.

Uma pessoa que vive em sobriedade tem uma vida equilibrada nos mais variados aspectos. Um exemplo seria uma pessoa que possui sobriedade no modo de se alimentar, conseguindo, com isso, manter uma saúde com mais qualidade.

A sobriedade garante que uma pessoa via uma vida mais plena, nem se privando das coisas e nem usufruindo delas em excesso. Assim, termos usados como antônimos de sobriedade seriam: exagero, gula, ebriez, desregramento, bebedice, intemperança, entre outros.

Quem é viciado em bebida alcoólica e decide parar por si mesmo pode ter alguns efeitos colaterais, se por acaso não fizer isso corretamente. Alguns desses efeitos incluem tonturas, náuseas, convulsões, confusão de pensamentos, etc. E dependendo de como os órgãos estejam comprometidos, o excesso de bebida alcoólica leva uma pessoa a morte.

É por isso que para alcançar a sobriedade, nesse aspecto, é necessário contar com o auxílio de um especialista ou frequentar grupos de apoio para pessoas que sofrem com o alcoolismo.