Conceito.de

Conceito de texto narrativo

Escutar o artigo

Ao conjunto coerente de enunciados que forma uma unidade de sentido e que tem intenção comunicativa dá-se-lhe o nome de texto. O ato de narrar, por outro lado, faz referência ao ato de contar ou referir uma história, tanto verídica como fictícia.

Pode-se dizer, por conseguinte, que o texto narrativo é aquele que inclui o relato de acontecimentos que têm lugar num determinado local e ao longo de um determinado espaço temporal. Esse relato inclui a participação de diversos personagens, os quais podem ser reais ou imaginários.

A narração é composta por uma sucessão de factos/acontecimentos. No caso da narração literária, inevitavelmente configura um mundo de ficção, para além de os factos narrados se basearem na realidade. Isto acontece pelo facto de o autor não poder abster-se de incluir elementos da sua própria invenção ou de enfatizar o sucedido em relação à realidade.

Em termos gerais, a estrutura do texto narrativo é composto por uma introdução (que permite projetar a situação inicial do texto), um clímax ou desenvolvimento (durante o qual surge o tema principal do texto) e um desenlace ou desfecho (o espaço onde se resolve o conflito do desenvolvimento).

Dentro do texto narrativo pode-se distinguir os elementos internos (o narrador, o espaço, o tempo) e os elementos externos (como os capítulos, as sequências e os distintos fragmentos que podem conformar a totalidade da obra).

Numa explicação mais detalhada sobre os elementos que constituem narrativa, temos:

– O narrador: que é aquele responsável por narrar a história. Ainda, o narrador pode ser apenas aquele que conta a história, pode ser quem conta e participa da história (narrador personagem) e pode ser também um narrador onisciente;

– Personagens: aqueles que fazem parte da história, nisso temos os personagens principais (protagonistas e antagonistas), os personagens secundários ou coadjuvantes;

– Enredo: a estrutura qual é desenvolvida a narrativa. Pode-se dizer que é o caminho que a história segue, a sucessão de acontecimentos que compõem a ação. O enredo dos textos narrativos podem ser lineares, não lineares, cronológicos ou psicológicos;

– Tempo e espaço: por fim, temos o tempo e o espaço onde a narrativa se passa. No que diz respeito ao tempo, ele está relacionado com o tempo em que a história acontece, por exemplo, uma história que se passa no ano de 1990 ou no ano de 2030 (narrando o futuro, no caso de narrativas de acontecimentos fictícios), ou pode ser também num dia específico ou horário específico: dia 2 de janeiro, ás 14 horas. Ele pode ser cronológico ou também um tempo psicológico. Enquanto isso, o espaço é o ambiente onde a história é desenvolvida. Esse ambiente pode ser físico (uma casa, praça, hospital, escola, etc) ou pode ser um ambiente psicológico, por exemplo.

De entre os vários tipos de textos narrativos, por último, pode-se mencionar o conto (a narração breve de ficção), o romance (que tem uma maior complexidade e extensão do que o conto) e a crônica (que relata factos reais).

E aqui temos uma das características dos textos narrativos que é: esse tipo de texto pode contar acontecimentos que realmente aconteceram ou acontecimentos fictícios.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (20 de Setembro de 2012). Atualizado em 10 de Janeiro de 2020. Conceito de texto narrativo. Conceito.de. https://conceito.de/texto-narrativo