Conceito.de

Conceito de trompeta

Uma trompeta é um instrumento de vento que permite fazer música graças à passagem de ar pelo seu interior. A sua estrutura consiste num tubo extenso que se ensancha e que emite um som diferente conforme a forma como se sopre.
Exemplos: “No próximo disco incluiremos vários temas com trompeta”, “Quando tinha dez anos, o meu pai ofereceu-me uma trompeta”, “O que seria de uma banda de jazz sem uma boa trompeta?”.

A pessoa que toca este instrumento conhece-se como trompetista ou, inclusive, simplesmente como trompeta: “O meu sonho era ser o melhor trompeta da América Latina”, “A apresentação ficou suspensa por causa do estado de saúde do trompeta”.

Para produzir os sons, o trompetista deve soprar na boquilha do instrumento. O ar avançará através do tubo e sairá por um sector conhecido como campana. Através de três pistões, o músico pode criar diferentes afinações. Cada vez que se aperta um pistão, este actua de diversas maneiras sobre o tubo da trompeta.

Acredita-se que as primeiras trompetas foram criadas com cornos de diferentes animais. Estes instrumentos pré-históricos eram usados em cerimónias e também com fins comunicativos. Com o tempo, começaram a surgir trompetas criadas com canas e outros materiais de origem vegetal ou animal, até ser descoberto o bronze.

Embora seja possível encontrar o uso de trompetas em diferentes géneros musicais, faz várias décadas que este instrumento tende a ser associado ao jazz. Neste sentido, vários dos jazzistas mais reconhecidos da história foram trompetistas, como Miles Davis, Dizzy Gillespie y Louis Armstrong.