Conceito de atitude




Mai 21, 11 Conceito de atitude

O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora menciona três definições da palavra atitude, que é um termo que vem do latim actitūdo. De acordo com o referido dicionário da Porta Editora, a atitude é a forma de agir/o procedimento ou ainda a maneira de significar um propósito (por exemplo, uma atitude ameaçadora). A outra definição prende-se com a postura/a posição do corpo: seja de um ser humano (quando se trata de uma posição que expressa algo com eficácia ou quando é determinada pelos movimentos do ânimo) ou de um animal (quando quer chamar a atenção por algum motivo).

A atitude também pode ser definida como um estado de disposição nervosa e mental, que é organizado através da experiência e que exerce um influxo dinâmico ou orientador sobre as respostas apresentadas pelo indivíduo perante os objectos e as situações.

Como tal, a atitude é antes uma motivação social do que mais propriamente uma motivação biológica. É uma pré-disposição aprendida/adquirida para responder de forma consistente a um objecto social. Por isso, a psicologia social analisa as atitudes para antever condutas. Ao observar as atitudes de um sujeito, pode-se prever a forma como se irá comportar.

Foram distinguidos três componentes das atitudes: a cognitiva (formada pelas percepções e crenças relativamente a um objecto, bem como pela informação que temos sobre o mesmo), a afectiva (o sentimento a favor ou contra um objecto consoante aquilo que este nos suscita) e a comportamental (a tendência a reagir, podendo ser ou não favorável, face aos objectos).

As atitudes cumprem com várias funções na vida social, sejam elas instrumentais, expressivas, de adaptação social ou defensivas, por exemplo.