Conceito de hermenêutica




Fev 07, 12 Conceito de hermenêutica

A hermenêutica é a arte de interpretar textos, mais concretamente os textos sagrados. Na filosofia de Hans-Georg Gadamer, a hermenêutica é a teoria da verdade e o método que expressa a universalização do fenómeno interpretativo a partir da historicidade concreta e pessoal.

Desta forma, pode-se fazer a distinção entre a hermenêutica filológica (surgida na Alexandria para estabelecer o sentido autêntico dos textos antigos), a hermenêutica bíblica (nasce nos séculos XVII e XVIII para uma interpretação correcta, objectiva e compreensível da Bíblia) e a hermenêutica filosófica (que é independente da linguística e que visa determinar as condições transcendentes de toda a interpretação).

A origem dos estudos hermenêuticos pode encontrar-se na teologia cristã, ao distinguir entre dois sentidos distintos da Bíblia: o literal e o espiritual que, por sua vez, se divide no sentido anagógico, no alegórico e no moral.

O sentido literal da Bíblia é o significado através das palavras das Santas Escrituras, descoberto pela exegese filológica, que se rege pelas regras da justa interpretação.

O sentido espiritual, no que lhe diz respeito, é aquele que é infuso por Deus no homem, ao dar um sentido religioso suplementar aos signos. Pode distinguir-se o sentido alegórico (para que os cristãos adquiram uma compreensão mais profunda dos acontecimentos. Por exemplo: o cruzamento do Mar Vermelho simboliza a vitória de Cristo e o baptismo), do sentido moral (os acontecimentos narrados nas Santas Escrituras podem levar o sujeito a actuar de forma justa) e do sentido anagógico ou místico (os santos podem ver realidades e acontecimentos de uma significação eterna).