Conceito.de

Conceito de abstração

Escutar o artigo

Do latim “abstracione”, com o significado de “separação”, a abstração é a ação ou efeito de abstrair. Em outras palavras, ela se trata de fazer o isolamento mental, do todo, de um elemento ou de uma propriedade a fim de a considerar de forma individual.

Imagem no olho humano
Olho contemplando a cidade iluminada

Tudo aquilo que não é concreto ou que é resultante de abstração é considerado como abstrato. Assim, é o que há apenas no seu conceito. Trata-se daquilo que opera apenas com noções, com um elevado grau de difusão.

Por meio da abstração se identificam qualidades e também propriedades, eliminando o foco das características irrelevantes e direcionando-o para o que é relevante. É por meio do raciocínio que se dá a abstração.

Abstrato pode ser um adjetivo, tal como ter uma arte ou ideia abstrata, podendo abstrair uma ideia de outra ideia. Podemos tomar como exemplo a linguagem de programação, a qual classifica-se como uma abstração quanto ao funcionamento de um computador.

Arte abstrata

Na arte abstrata, os artistas não estão preocupados em representar o mundo como ele é, mas muitas das vezes eles nem mesmo fazem pinturas de elementos que estejam no mundo real, mas buscam apresentar uma ideia ou expressão bruta de cor, forma e de textura.

Outras aplicações do termo abstração

A palavra abstração se aplica a praticamente tudo o que é feito no dia a dia. Ao usarmos palavras e símbolos, o que fazemos é abstrair a essência de algo que há na realidade física. Por exemplo: a palavra “pássaro” é uma combinação de símbolos que faz com que nossa mente associe isso com um pássaro, já que em nossa mente temos as qualidades do que seria um pássaro, que é um animal que voa, com penas, que talvez cante, etc., ou seja, há uma essência de particularidades que faz com que reconheçamos que se trata de um pássaro.

E a abstração pode também ser a condição de uma pessoa que encontra-se totalmente imersa em seus pensamentos, estando alheia ao que ocorre ao seu redor, por exemplo: “estive falando com você por minutos, mas parece que não estava aqui, sua abstração foi tamanha que nem mesmo reagiu quando toquei no seu ombro”.

Abstração em sentido figurativo

Olhando reflexo da lua na água
Homem sentado a beira de pequeno lago

Abstração pode também ser usado em sentido figurativo quando se quer descrever o momento em que uma pessoa possui ideias que estão desvinculadas com a realidade, por exemplo: ele está perdido em abstrações desde o dia em que conheceu aquela mulher”.

Há também o uso do termo para definir quando não se leva algo em consideração, nesse caso sendo usadas expressões como “fazer abstração de […]”. Para um melhor entendimento da aplicação do termo nesse caso, vejamos alguns exemplos:

– Ele faz abstração da opinião que recebeu sobre sua obra;

– E depois de tudo, simplesmente decidiu por fazer abstração o que seu chefe havia lhe dito.

Abstração geométrica ou abstracionismo

Existem também a abstração geométrica (ou abstracionismo) que se trata de uma forma de arte abstrata tendo como fundamento o uso de formas geométricas. Em alguns casos essas formas geométricas são dispostas no espaço não ilusionista e fazem-se combinações subjetivas em composições não representacionais.

A abstração geométrica popularizou-se no começo do século XX através de artistas de vanguarda, mas desde os tempos antigos que algo similar tem sido aplicado na arte.

Chama-se de Abstracionismo a Escola da Pintura Moderna onde usam-se formas e as cores que nada representam, descrevem ou narram de maneira figurativa. No ano de 1910 alguns pintores ocidentais passaram a rejeitar à representação da realidade tangível. Foi o artista russo Wassily Kandinsky o primeiro a estabelecer uma corrente lírica e também romântica da abstração, visão imaginária do artista e da projeção do mundo interior.

O abstracionismo chegou ao Brasil em 1950, tendo Iberê Camargo como o formador de uma geração de gravuristas abstratos. Mas além desse, Antônio Bandera e Cícero Dias são também considerados como pioneiros no abstracionismo.

Ela tem como base o uso de formas geométricas simples que são combinadas em espaços irreais em composições subjetivas. Artistas e críticos sugerem que a abstração faz a representação do auge de uma prática artística que não é objetiva.

Diz-se que essa forma de representação artística não verbal surgiu como uma reação à subjetividade em excesso de alguns artistas plásticos das épocas anteriores, buscando afastar-se do que eram apenas emocional.

O artista Wassily Kandinsky foi o principal precursor do abstracionismo e o professor com mais influência na geração de artistas abstratos.

Abstração na psicologia

Por fim, há ainda o uso do termo abstração na psicologia, onde ele também remete ao processo de pensamento. Mas na definição de Carl Jung, um psiquiatra suíço que fundou a psicologia analítica, abstração também inclui quatro funções psicológicas que são complementares e mutualmente exclusivas, sendo elas: percepção, sensação, intuição, e pensamento.

Citação

SOUSA, Priscila. (24 de Fevereiro de 2022). Conceito de abstração. Conceito.de. https://conceito.de/abstracao