Conceito de ideia


Mar 20, 12

Uma ideia é o primeiro e mais óbvio dos actos da percepção pelo facto de se limitar ao simples conhecimento de algo. Trata-se de uma imagem ou representação mental de um objecto.

A ideia é também o conhecimento puro e racional, que se deve às naturais condições do nosso entendimento; ao plano e à disposição que se ordena na fantasia para a formação de uma obra; e à intenção de fazer algo (por exemplo, “A minha ideia é recusar a proposta e instalar-me por conta própria”).

Enquanto termo filosófico, uma ideia pode ser analisada a partir de diferentes pontos de vista: o lógico (uma ideia é equiparável a um conceito pelo facto de ter um significado), o ontológico (a ideia como algo material que existe no mundo real), o transcendental (a ideia como uma possibilidade do conhecimento) e o psicológico (a ideia é uma representação mental subjectiva).

Na sua teoria das ideias, Platão situou as ideias no mundo inteligível, ao ser a única fonte de verdadeiro conhecimento. Para Platão, existem dois mundos independentes embora relacionados entre eles: o mundo imperfeito e fugaz das coisas materiais, e o mundo perfeito e eterno das ideias.

A noção de ideia é usada para formar diversos conceitos. Por exemplo, as ideias universais são aqueles conceitos formados por abstracção, que representam na nossa mente, reduzidas a uma unidade comum, realidades que existem para diversos seres.

Uma ideia fixa (ideia obsessiva podendo chegar a mania ou cisma, convicção que determina o nosso pensamento em relação a determinado assunto) e ideia feita (sinónimo de preconceito, opinião concebida sem fundamento), são conceitos relacionados com a ideia.