Conceito.de

Conceito de adjectivo qualificativo

Adjectivo, do latim adiectīvus, é uma classe de palavras que qualifica ou determina um substantivo. Os adjectivos cumprem com a sua função especificando ou ressalvando propriedades que são atribuídas ao substantivo em questão.

Os adjectivos qualificativos são os mais frequentes, pois assinalam a qualidade do substantivo, seja concreta ou abstracta. Por exemplo: “O carro é azul” compreende um adjectivo qualificativo (“azul”) que se refere a uma característica concreta (a cor do “carro”). Por sua vez, a expressão “O carro é horrível” indica uma qualidade abstracta e subjectiva (“horrível”).

Na gramática portuguesa, o adjectivo (no Brasil chamado de “adjetivo”) é algo bastante comum e amplamente estudado. E a compreensão dele é algo bastante simples.

E no que diz respeito a adjetivo, ele nada mais é do que uma palavra que dá característica para o substantivo. Ele indica condição, estado, defeito, qualidade, entre outros.

Quando falamos, por exemplo, que há uma “casa velha” isso expressa estado, já quando falamos que há uma “pessoa educada” isso expressa uma qualidade. E é aí que queremos chegar no adjectivo qualificativo.

Há outros casos de adjetivos como: pais ricos (que expressa condição) ou moço mentiroso (que expressa um defeito).

O adjetivo não precisa vir apenas depois do substantivo, mas pode ser antes também, por exemplo: casa velha ou velha casa. A ordem dele não altera o sentido que possui a frase.

A todo momento estamos em situações onde usamos o adjectivo qualificativo, por exemplo:

– Quando uma professora diz que seus alunos são muito estudiosos, ela está usado um adjectivo qualificativo com o termo “estudiosos”.

Do mesmo modo como explicado, quando há o uso do adjectivo qualificativo, ele pode tanto vir antes como depois do substantivo, por exemplo: “meu diário caro” ou também poderia ser “meu caro diário”.

Por norma, os adjectivos qualificativos permitem responder à pergunta “Como é?” o substantivo. No nosso exemplo anterior: “Como é o carro? O carro é azul”, “Como é o carro? O carro é horrível”.
Essa pergunta pode ser respondida com mais de um adjectivo qualificativo: “Como é o carro? O carro é azul, grande, antigo e horrível”.

Os adjectivos qualificativos podem dividir-se em especificativos (quando a qualidade expressada é necessária para entender o sentido da oração: “Amanhã, vou ensaiar com a guitarra vermelha”) ou explicativos (a qualidade não é imprescindível para compreender a oração, uma vez que o adjectivo é usado como um recurso expressivo: “Neste momento, estou a contemplar o majestoso oceano”).

No nosso idioma, os adjectivos devem fazer concordância com o substantivo em género e em número. O adjectivo qualificativo, no seu uso habitual, coincide com o substantivo (se o substantivo é masculino, o adjectivo é masculino: “O cão é lindo”). Se o adjectivo qualifica mais de um substantivo, deve usar-se no plural (“Os filhos do Carlos são loiros”). Por fim, quando o adjectivo qualifica vários substantivos de género diferente, deve-se aplicar o masculino (“As calças e o casaco são modernos”).

Os adjetivos qualificativos costumam ser amplamente usados, por exemplo, em publicidade, onde se destacam os atributos de um produto para atrair a tenção de consumidor, por exemplo: suco gostoso, sorvete cremoso, limonada doce, sapato confortável, tênis estiloso, som potente, casaco quentinho, apartamento espaçoso, sofá confortável, entre outros atributos.