Conceito.de

Conceito de bastião

O termo italiano “bastione” chegou ao português como bastião. O conceito refere-se a um baluarte: uma fortificação que surge quando duas cortinas de muralha se encontram. Os bastiões são geralmente constituídos por dois flancos que possibilitam a sua ligação com a muralha, duas faces que geram um ângulo saliente e uma garganta de entrada.

Pode-se dizer que o bastião é um recinto fortificado cuja projeção é realizada fora do setor central da fortaleza em questão. O habitual é que eles estejam instalados nos cantos, uma localização que permite melhorar as condições da defesa.

Geralmente os bastiões têm forma pentagonal (as duas faces, os dois lados e a gola), um desenho que permite a cobertura das muralhas e outros baluartes através do fogo cruzado.

Na antiguidade, os bastiões significavam que, quando uma tropa tentava invadir uma fortaleza, eles tinham que colocar suas baterias de artilharia a uma grande distância. É por isso que os ataques eram difíceis.

A ideia de bastião também pode ser usada em um sentido simbólico para nomear o preceito mais importante de uma teoria ou doutrina. O bastião, neste contexto, é aquilo que sustenta ou defende determinado sistema, princípio ou causa: “A abolição da propriedade privada é o bastião do comunismo”, “Nosso movimento político tem a honestidade como o bastião principal”, “O pastor da igreja é um verdadeiro bastião da moralidade aqui na zona”.