Conceito.de

Conceito de cardiopatia

As doenças que afetam o coração são chamadas de cardiopatias. O conceito é geralmente usado com referência a todos os distúrbios ligados ao coração ou sistema circulatório, estudados pela cardiologia.

Existem diferentes tipos de cardiopatias. Se o inconveniente tem sua origem no desenvolvimento fetal, fala-se de cardiopatia congênita. Nesse caso, o indivíduo já sofre do distúrbio antes de seu nascimento. É possível distinguir entre cardiopatias congênitas cianóticas e cardiopatias congênitas não cianóticas, dependendo se existe ou não cianose.

As cardiopatias isquêmicas, por sua vez, são patologias que afetam as artérias coronárias, responsáveis pela irrigação do miocárdio (o tecido muscular que faz parte do coração). Esse tipo de cardiopatias gera uma isquemia (um inconveniente celular devido ao nível deficiente de sangue e, portanto, oxigênio).

No conjunto das cardiopatias, também encontramos cardiopatias hipertensivas. Essas doenças estão ligadas à hipertrofia das células cardíacas devido ao esforço a que são submetidas pela hipertensão arterial.

Outras classificações de cardiopatias referem-se a cardiomiopatias (problemas no miocárdio) e valvulopatias (problemas nas válvulas cardíacas).

Insuficiência mitral, angina de peito e infarto do miocárdio estão entre as cardiopatias que podem afetar uma pessoa. Os cardiologistas são médicos especializados no diagnóstico e tratamento dessas doenças que podem causar a morte. Tanto para detectar os distúrbios quanto para seu possível tratamento, é possível recorrer a uma série de procedimentos.