Conceito.de

Conceito de citadino

O adjetivo da língua portuguesa citadino deriva do termo latino “civitatīnu” com o mesmo significado. Essa noção é usada para qualificar algo ou alguém pertencente ou habitante de uma cidade: uma entidade urbana formada por suas ruas e edifícios, que possui um grande número de habitantes, em sua maioria envolvidos em atividades industriais ou na prestação de serviços.

Por exemplo: “Com o crescimento demográfico, esta cidade está começando a ter um ar citadino”, “Um citadino perdido na selva não poderia sobreviver mais de cinco ou seis horas”, “A empresa automotiva italiana apresentou um carro citadino que visa seduzir os jovens”.

Em geral, a ideia de citadino é usada por oposição a provinciano (típico de uma aldeia/povoado), assim como o conceito de cidade se opõe ao rural. Um homem que mora na capital de um país, onde residem outros cinco milhões de pessoas e que trabalha em uma empresa de software, pode ser qualificado como citadino. Por outro lado, um indivíduo que vive em uma povoação de duzentos habitantes e possui uma fazenda pode ser chamado de provinciano.

Como em uma cidade todos os habitantes são citadinos, o adjetivo é geralmente usado quando uma pessoa se afasta da área urbana e age em um ambiente diferente do seu, muitas vezes desconhecendo seus costumes ou regras.

Citadino é também tudo pensado, projetado ou fabricado para uma cidade. Uma motocicleta elétrica com uma autonomia de dez quilômetros é um veículo citadino: pode ser usado em uma área urbana, mas pode ser inconveniente para outros tipos de territórios.