Conceito.de

Conceito de contraponto

O conceito de contraponto, que deriva dos termos latinos “contra-” (contra) + “punctu” (ponto), é usado no campo da música para nomear a combinação harmoniosa estabelecida por vozes contrapostas ou diferentes melodias.

Como técnica composicional, o contraponto estuda a ligação entre diferentes vozes para alcançar um equilíbrio harmônico. A tendência começou a se desenvolver no século XV e prevaleceu na maioria das composições feitas no mundo ocidental, mesmo na atualidade.

Pode dizer-se que o contraponto aposta na combinação de linhas musicais com um som muito diferente, mas que, quando tocadas simultaneamente, alcançam harmonia. A notação musical, de acordo com o contraponto, exige que certas regras sejam respeitadas para alcançar a harmonia pretendida.

A música de câmara, por exemplo, geralmente emprega quatro vozes: soprano, contralto, tenor e baixo. Pelas regras do contraponto, essas vozes mantêm a independência, embora, por sua vez, soem em harmonia.

Para a linguagem coloquial, um contraponto é um contraste ou uma oposição que surge entre dois elementos que existem ou ocorrem simultaneamente: “O projeto de lei gerou um contraponto entre os produtores rurais e o governo”, “A atuação do conjunto local provocou um contraponto de emoções no público”, “Contraponto entre as declarações do presidente e as declarações do ministro da Economia”.

Por fim, “Contraponto” é o título em português do romance inglês “Point Counter Point” escrito por Aldous Huxley.