Conceito de desfragmentador de disco


Nov 27, 13

Entre os múltiplos usos do termo disco, destaca-se aquele que diz respeito ao conceito de disco rígido (ou disco duro), que é o dispositivo de armazenamento de dados utilizado nos computadores.

A noção de desfragmentar, por outro lado, refere-se ao processo de acomodar os arquivos de um disco para que cada um deles ocupe uma área contígua e não haja espaços sem uso entre eles.

Este procedimento é necessário tendo em conta que, à medida que o utilizador cria e apaga (ou elimina) arquivos no disco rígido, um arquivo pode ser partido (fragmentado) em vários pedaços, o que torna o acesso à informação mais complicado.

Portanto, quando se produz o armazenamento não contíguo de arquivos, ocorre a fragmentação. Este inconveniente é frequente no sistema operativo Windows, o qual dispõe de uma ferramenta denominada desfragmentador de disco que se encarrega de resolver o assunto.

O desfragmentador de disco ordena os fragmentos de informação que são distribuídos ao longo do disco, o que ajuda a melhorar a distribuição do espaço livre/disponível e a velocidade de acesso aos dados. Como a informação é movida de forma física, é necessário memória suficiente para realizar os movimentos. A estrutura lógica do disco, em contrapartida, não sofre qualquer alteração.

Cabe destacar que o desfragmentador de disco do Windows evita comprometer os arquivos inamovíveis do sistema, daí que a desfragmentação do disco não pode chegar aos 100%.

Dependendo do tipo de sistema de arquivos, a desfragmentação deve ser mais ou menos frequente. A partição de tipo FAT, por exemplo, fragmenta-se mais rápidamente do que a NFTS.