Conceito.de

Conceito de disco flexível

Um disco é um elemento circular que permite registrar certos dados. Flexível, por outro lado, é algo que pode ser dobrado facilmente (e que, portanto, não é totalmente rígido).

A ideia de disco flexível refere-se a um meio usado para armazenar informações. É uma lâmina circular magnética protegida por uma cobertura retangular ou quadrada de plástico.

Também conhecidos como disquetes, diskettes ou “floppy disks”, os discos flexíveis eram amplamente usados em computadores para salvar e transferir arquivos digitais. Esses discos eram inseridos no equipamento através de uma unidade de disquete, um dispositivo que servia para ler e escrever (gravar) os disquetes.

Os primeiros discos flexíveis que se tornaram famosos, foram os discos de 5 ¼ polegadas com uma capacidade de armazenamento de 1,2 MB, surgidos em meados da década de 1980. Alguns anos depois, surgiram disquetes de 3 ½ polegadas com capacidade de 1,44 MB.

Nestes disquetes era possível armazenar documentos de escritório, fotografias, programas de computador e jogos, por exemplo. Em alguns casos, o arquivo era dividido em vários discos. A partir do século XXI, os discos flexíveis caíram em desuso devido ao desenvolvimento de tecnologias mais avançadas, como CD-ROMs, memórias USB e o armazenamento online.

A pouca capacidade de armazenamento (1,44 MB para um disco flexível de 3 ½ polegadas em comparação com os 700 MB para um CD) e a vida útil curta devido ao desgaste tornaram os discos flexíveis em objetos obsoletos. Há vários anos, de fato, os computadores existentes no mercado deixaram de incluir unidades de disquete.