Conceito.de

Conceito de diferencial

O conceito de diferencial pode ser usado como adjetivo ou como substantivo. No primeiro caso, o termo refere-se ao que está ligado à diferença que existe entre os elementos ou ao que torna possível estabelecer uma diferenciação.

Por exemplo: “Este produto possui características diferenciais que lhe permitem se destacar no mercado”, “O biólogo apresentará amanhã uma análise diferencial das espécies que habitam a região costeira”, “Os membros do clube terão um passe diferencial para acessar eventos de maneira mais rápida”.

No campo da matemática, o diferencial é uma diferença muito pequena de uma variável. Um diferencial, nessa estrutura, é a quantidade pequeníssima conhecida como infinitesimal.

Para a mecânica, o diferencial é o mecanismo responsável pelo transporte da rotação feita pelo eixo de entrada para os dois eixos de saída, permitindo obter duas velocidades de rotação simultâneas e diferentes. No caso específico de automóveis, é a engrenagem encarregada de transmitir o movimento feito pelo eixo motor às rodas e que lhes permite girar em diferentes velocidades em uma curva.

Nos carros, portanto, o diferencial é a parte que transmite o movimento rotacional do eixo para as rodas e permite, de acordo com a direção da curva, que a roda esquerda e a roda direita girem em velocidades diferentes.

Por fim, um sinal diferencial é um sinal que viaja através de dois condutores e não um. As correntes e tensões desses condutores são simétricas.