Conceito.de

Conceito de emergência

A palavra latina “emergentĭa” chegou ao português como emergência. O primeiro significado mencionado no Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa da Michaelis refere-se ao ato e ao resultado de emergir (irromper, brotar).

O uso mais comum do termo se refere a um acidente ou evento que ocorre de forma abrupta e que geralmente requer algum tipo de ação para evitar ou minimizar os danos.

Por exemplo: “Emergência no centro da cidade: um grande vazamento de gás obrigou milhares de pessoas a evacuar”, “A explosão de um motor causou uma emergência na oficina mecânica”, “Ontem à noite, no hospital, tive que atender quatro emergências”.

Em última análise, uma emergência é um evento que requer atenção imediata, uma vez que implica um desastre consumado ou potencial. Um edifício que está prestes a desabar com pessoas no interior é uma emergência: se as equipes de resgate não agirem rapidamente e a estrutura desabar, haverá mortos e feridos. Por outro lado, um incêndio que acontece em uma floresta também é uma emergência porque, à medida que o fogo avança, maiores são os danos que causa.

A medicina de emergência é a assistência médica que deve ser prestada com urgência a uma pessoa cuja vida está em risco. Nos hospitais, existem setores dedicados especialmente a esse tipo de atendimento.

Suponhamos que um homem seja baleado na cabeça no meio de um assalto na via pública e fique gravemente ferido. A referida vítima necessita de atendimento médico de emergência para não morrer. Os moradores, observando a situação, chamam uma ambulância para levá-lo imediatamente para o hospital.