Conceito.de

Conceito de plano de contingência

Um plano de contingência é um tipo de plano preventivo, preditivo e reativo. Apresenta uma estrutura estratégica e operativa que ajudará a controlar uma situação de emergência e a minimizar as suas consequências negativas.

O plano de contingência propõe uma série de procedimentos alternativos ao funcionamento normal de uma organização, sempre que alguma das suas funções usuais se vê prejudicada por uma contingência interna ou externa.

Esta classe de plano procura portanto garantir a continuidade do funcionamento da organização face a quaisquer eventualidades, sejam estas materiais ou pessoais. Um plano de contingência inclui quatro etapas básicas: a avaliação, a planificação, as provas de viabilidade e a execução.

Os especialistas recomendam planificar antes que seja necessário; isto, antes que sucedam os acidentes. Por outro lado, um plano de contingência deve ser dinâmico e deve permitir a inclusão de alternativas perante novas incidências que possam ter lugar com o tempo. Por isso, deve ser atualizado e revisto de forma periódica.

Um plano de contingência também deve estabelecer certos objetivos estratégicos e um plano de ação para cumprir com essas metas.

Um exemplo de plano de contingência seria no caso de algum tipo de doença que tome uma proporção global, tal como no caso da covid-19 que se alastrou no ano de 2020. No Brasil, por exemplo, realizou-se um plano de contingência nacional logo quando se tomou notícia dessa doença, a fim de amenizar os impactos que ela traria, com um plano elaborado em caso de surto.

O plano de contingência nacional para a covid-19 foi constituído de três níveis: alerta, perigo eminente e, por fim, emergência no tocante a saúde pública. E cada um desses níveis foi baseado na avaliação do risco da doença afetar o país e o impacto que traria na saúde pública.

Um plano de contingência é um planejamento com caráter preventivo que pode ser elaborado a nível nacional, estadual ou mesmo municipal.

Em suma, esse plano tem o objetivo de ajudar a apontar, clara e concisamente, quais ações devem ser tomadas, bem como quais são as responsabilidades essenciais, para se conseguir enfrentar o problema em questão. Desse modo, o documento (que é o plano de contingência) orientará, organizará e dará as respostas necessárias a intervenção, controle e o combate das consequências e os impactos do dado evento.

Com um plano de contingência consegue-se não somente amenizar ou conter uma doença de se alastrar num país, estado, entre outros, mas também evita-se que essa doença gere outros problemas como, por exemplo, aumento do desemprego e da situação de vulnerabilidade, pois isso deixa a desigualdade social em maior evidência.

Na informática, um plano de contingência é um programa alternativo para que uma empresa possa recuperar-se de um desastre informático e reestabelecer as suas operações com rapidez. Estes planos também são conhecidos pela sigla DRP, do inglês Disaster Recovery Plan (plano de recuperação de desastres).

Um programa DRP inclui um plano de apoio (que se realiza antes da ameaça), um plano de emergência (que se aplica durante a ameaça) e um plano de recuperação (com as medidas devendo ser aplicadas assim que a ameaça já tenha sido controlada).