Conceito.de

Conceito de emigração

A noção de emigração, do latim “emigratiōne”, alude ao ato e consequência de emigrar: afastar-se do local de origem ou residência para se estabelecer em outro. Os seres humanos geralmente emigram para diferentes partes de seu próprio país ou para o exterior para melhorar as condições de vida; certos animais, para atender às necessidades de reprodução ou alimentação.

O termo emigração também se refere ao conjunto de indivíduos que emigram de um local. Deve notar-se que um emigrante de um país se torna imigrante ao chegar ao seu novo país: no fenômeno da migração, portanto, uma pessoa é primeiro um emigrante (ao deixar seu país) e depois um imigrante (ao instalar-se em outro).

A emigração ocorre por vários motivos. Um dos mais habituais é a economia. Quando alguém não consegue satisfazer suas necessidades materiais em seu próprio país, pode tomar a decisão de emigrar para outro que lhe ofereça, pelo menos em teoria, maiores oportunidades de progresso. Muitos latino-americanos, nesse contexto, emigram para os Estados Unidos, Europa ou Austrália.

Em outros casos, a emigração obedece ao objetivo de preservar a vida, ameaçada por guerras, catástrofes ambientais ou perseguições sociais ou políticas. Hoje, milhões de sírios são forçados a deixar suas terras pela guerra civil e buscar refúgio em outras nações.

É importante mencionar que a emigração pode ocorrer de forma legal (quando o viajante cumpre todos os requisitos exigidos pelos Estados para a entrada e saída de cidadãos) ou de forma irregular (se a pessoa atravessa a fronteira por locais não autorizados e sem cumprir os procedimentos formais).