Conceito.de

Conceito de inevitável

Inevitável, do latim inevitabĭlis, é aquilo que não se pode evitar. Este verbo (evitar) significa afastar algum perigo ou dano para impedir que aconteça, escusar-se de incorrer em algo ou fugir do tratamento de alguém.

O inevitável, por conseguinte, é o ineludível ou inexcusável. Exemplos: “O único inevitável nesta vida é a morte: a todos chegará em algum momento, não importando aquilo que tenhamos feito”, “Os especialistas avisaram que o desmoronar do edifício era inevitável”, “Temos um assunto pendente entre ambos cujo tratamento é inevitável, ainda que tentemos desviar a atenção”.

Pode entender-se como inevitável aquilo que, fizermos nós aquilo que fizermos, irá acontecer de qualquer forma. Por isso se diz que a norte é inevitável: uma pessoa pode levar uma vida saudável, ir ao médico com frequência e lidar com precaução em todos os âmbitos mas, mesmo assim, acabará por morrer inevitavelmente em algum momento da sua vida.

Outras questões, no entanto, parecem inevitáveis ainda que não o sejam. Suponhamos que uma equipa de basquetebol perde por vinte pontos de diferença quando faltam apenas três minutos para o jogo acabar. Tudo indica que a derrota é inevitável. Todavia, no hipotético caso de esta equipa melhorar a sua defesa, impedir o adversário de marcar pontos (cestos) no tempo de jogo restante e marcar sete triplos consecutivos, acabará por ganhar o jogo.