Conceito de inflação


Dez 21, 12

Do latim inflatĭo, o termo inflação faz referência à acção e ao efeito de inflar (aumentar de volume). A utilização mais habitual do conceito tem um sentido económico: a inflação é, neste caso, a elevação sustentada dos preços que tem efeitos negativos para a economia de um país.

Significa que, com a inflação, sobrem os preços dos bens e dos serviços, o que dá origem a uma queda do poder de compra. Por exemplo: um trabalhador costumava comprar 30 quilos de alimentos com o seu salário de 1.000 dólares. Passados poucos meses, devido à inflação existente, esse mesmo salário apenas lhe permite comprar 10 quilos de alimentos.

Existem diversos motivos que podem levar à inflação. A inflação de procura tem lugar quando aumenta a procura geral e o sector de produção não está em condições de adaptar a sua oferta; por conseguinte, os preços sobem. A inflação de custo, por sua vez, dá-se quando aumentam os custos dos produtores (seja por mão-de-obra, matérias-primas ou impostos) e estes, para manterem os benefícios, vêm-se obrigados a aumentar os seus preços. A inflação autoconstruída, por fim, tem lugar quando os produtores prevêem aumentos de preços no futuro e decidem antecipar-se com um ajuste na sua conduta actual.

Entre os tipos de inflação, pode-se mencionar a inflação moderada (os preços sobem de forma gradual), a inflação galopante (os preços sobem de dois ou três dígitos ao longo de um ano) ou a hiperinflação (a subida dos preços pode alcançar 1000% anuais, o que reflecte uma séria crise económica onde o dinheiro de um país perde o seu valor).