Conceito.de

Conceito de salário

Escutar o artigo

O conceito de salário refere-se à remuneração regular atribuída pelo exercício/desempenho das funções no âmbito de um emprego/trabalho. O termo deriva do latim salarĭum, que está relacionado com o “sal” (outrora, era a forma primária de pagamento).

Por vezes, há quem use o termo saldo (enquanto adjetivo), cuja origem deriva do termo latim solĭdus (“sólido”, que era o nome de uma antiga moeda romana), como sinónimo de conta paga/liquidada (conta esta podendo ser o próprio salário).

Pode-se dizer que o empregado recebe o montante saldo (enquanto adjetivo) em troca da sua força laboral, que coloca à disposição da entidade patronal, no âmbito de uma série de obrigações partilhadas que regem a relação contratual entre ambas as partes.

A contraprestação que implica o salário é abonada principalmente em dinheiro, ainda que possa ser liquidada uma percentagem noutra espécie desde que seja avaliável em termos monetários.

É importante ter em conta que, para além da responsabilidade social, os salários representam uma questão que diverge bastante para os empregadores em comparação com os empregados (trabalhadores). Para os primeiros, os salários fazem parte dos custos da empresa, ainda que também constituam um meio que incentiva os trabalhadores e, por conseguinte, que melhora a produtividade destes. Para o empregado, pela parte que lhe toca, o salário é a única forma que tem para satisfazer as suas necessidades materiais e alcançar um certo nível de vida.

Para resolver os conflitos entre estes diferentes interesses relativamente aos salários, procede-se a negociações entre o empregador e o empregado, embora também exista um diálogo com base no princípio do tripartismo (Governo/Estado-representantes das empresas-representantes dos trabalhadores) para determinar o nível básico dos salários e fixar certas medidas cujo cumprimento é obrigatório.

Em alguns países, há empresas que costumam pagar meio salário para seus funcionários em casos como o trabalho de meio período ou quando esses trabalhadores são jovens em fase de aprendizado.

O salário pode ser pago de diferentes maneiras, sendo elas:

– Por tempo de trabalho: aqui se tem um valor que é fixo;

– Por produção: o valor desse varia é e depende exclusivamente do funcionário;

– E também por comissão: a cada tarefa feita (como vendas realizadas) o funcionário recebe um bônus, além do seu salário fixo.

É chamado de salário mínimo o menor salário que uma empresa pode pagar para o seu funcionário. E esse salário é estabelecido por lei, sendo que todos os anos ele é reavaliado tendo como base o custo de vida da população. O salário mínimo foi estabelecido tendo como base o gasto mínimo que uma pessoa possui para sobreviver. Esse salário foi criado no século XIX na Nova Zelândia e Austrália.

Há ainda o décimo terceiro salário no Brasil e que em outros países como México, Alemanha, Argentina e Portugal há algo semelhante e que conhece-se como “auxílio natalino” (pois é pago no natal). Esse benefício é um extra que os trabalhadores recebem no final do ano.

Na religião cristã é comum dizer que o salário do pecado é a morte, ou seja, quando alguém peca está sujeito a escravidão e recebe com isso o seu pagamento que é a morte, mas nesse caso a morte é espiritual, onde o homem perde a sua comunhão com Deus.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (3 de Outubro de 2011). Conceito de salário. Conceito.de. https://conceito.de/salario