Conceito de nirvana


Jan 28, 13

Nirvana é uma palavra do sânscrito que faz referência a um estado que se pode alcançar através da meditação e da iluminação, e que consiste na liberação dos desejos, na consciência individual e na reencarnação.

Para a filosofia xamânica, o nirvana é o estado que marca a emancipação do sofrimento e o final do ciclo de renascimentos. Por isso, o conceito pode traduzir-se como “desatar” (uma alegoria aos desprovidos de espírito).

O nirvana está associado à paz e à quietude. Ao experimentar este estado, a pessoa abandona a falsa ideia do Eu e despoja-se da consciência, do desejo, da necessidade e do ódio. Trata-se, por assim dizer, de uma verdade absoluta.

Nirvana é, por outro lado, uma banda de rock norte-americana que se manteve em actividade entre 1987 e 1994. A sua formação mais popular era composta por Kurt Cobain (o qual se suicidou em 1994, marcando assim o final do grupo), Krist Novoselic e Dave Grohl.

O segundo disco da banda, intitulado “Nevermind”, foi editado em 1991 e é considerado com um dos álbuns de rock mais importantes da história. “Smells Like Teen Spirit”, “Come as You Are”, “Lithium” e “Polly” são algumas das canções que fazem parte do disco.

Após a morte de Cobain e a dissolução da banda, foram editados outros discos com concertos ao vivo e recompilações. Grohl fundou a banda Foo Fighters, com a qual ainda se mantém activo depois de quase quinze anos de carreira. Novoselic, por sua vez, participou em diversos projectos musicais, mas decidiu unir-se ao activismo político.