Conceito de orogénese


Dez 28, 14

Orogénese é um conceito composto que vem da língua grega. A noção é usada na geologia para designar aquilo que está relacionado com o desenvolvimento e a transformação de uma montanha.

A orogénese está relacionada com as mudanças que se produzem na litosfera, incluindo diversos tipos de deformações e alterações. As falhas e as pregas da crosta terrestre são alguns dos processos que fazem a orogénese.

A teoria conhecida como tectónica de placas é a mais aceite para explicar a conformação da litosfera e a orogénese que deriva no aparecimento das cordilheiras e as elevações sobre a superfície terrestre.

É possível distinguir entre diversas classes de orogénese. A orogénese paratectónica, também conhecida como orogénese mecânica, tem lugar quando as placas se movem arrastando um sector continental e fazendo-o bater contra outro. O Himalaia, que alberga as montanhas mais altas do mundo (o Monte Evereste, com 8.848 metros de altura), criou-se deste modo.

Se uma placa se afundar debaixo de outra, fala-se de orogénese ortotectónica ou orogénese térmica. A actividade vulcânica e magmática em geral é muito importante nestes processos.

No contexto da evolução geológica, a etapa actual reflecte a orogénese em duas grandes cintas orogenéticas. Ao longo da história, de qualquer modo, foram reconhecidos diversos períodos que permitiram chegar ao relevo de hoje: a orogenia caledoniana (que se desenvolveu há cerca de 400 milhões de anos), a orogenia varrisca (concretizada uns 300 milhões de anos atrás) e a orogenia alpina (que teve lugar há cerca de 72 milhões de anos.