Conceito.de

Conceito de panóptico

Um panóptico é uma construção cujo design faz com que se consiga observar a totalidade da sua superfície interior a partir de um único ponto. Este tipo de estruturas, por conseguinte, facilita o controlo daqueles que se encontram dentro do edifício.

A criação deste desenho deve-se a Jeremy Bentham, um filósofo britânico que imaginou uma cadeia em que todos os reclusos estivessem sob o campo de visão do vigilante, sem que os presos soubessem que a observação era feita em todo o momento.

O panóptico original de Bentham contemplava a instalação de uma torre no centro da construção para que o vigilante (segurança) pudesse observar tudo o que acontecia no edifício que, por sua vez, devia estar dividido em diferentes celas. A chave do panóptico radica em que, como os reclusos não podiam saber em que momento estavam a ser observados pelo vigilante, este poderia distrair-se ou ter tempo livre.

Para o filósofo francês Michel Foucault, o conceito de panóptico estendeu-se das cadeiras para outras instalações, como as escolas ou as indústrias. O panóptico, neste sentido, converteu-se numa técnica de controlo.

Se pegarmos no desenho do panóptico, encontramos uma construção circular com um pátio e a torre de vigilância no centro. O “anel”, por sua vez, deve estar dividido em celas com saída para o exterior e o interior, de maneira a que o vigilante consiga observar através da mesma. Com diversas variações, as divisões do panóptico podem albergar desde reclusos condenados por delitos até crianças a ter aulas, passando por trolhas/construtores civis a fabricar algo.