Conceito.de

Conceito de paridade

Do vocábulo latim parĭtas, o termo paridade faz referência à similitude, semelhança ou equivalência entre duas ou mais coisas.

Exemplos: “O campeonato argentino é um torneio de muita paridade entre as equipas participantes”, “Eram países de similar desenvolvimento, até que o descobrimento de petróleo na nação surena acabou com a paridade”, “O jogador de ténis espanhol rompeu a paridade quando conseguiu quebrar o saque ao Suíço”.

Se um jornalista desportivo menciona a paridade que se verificou num jogo de futebol, está a querer dizer que nenhum dos conjuntos conseguiu estabelecer uma superioridade. O nível de ambas as equipas, por conseguinte, foi parelho, sem que haja diferenças no marcador. O lógico, perante uma paridade deste tipo, é que o encontro acabe empatado.

No âmbito da matemática, a paridade de um número é estabelecido quando este é múltiplo de 2. Isto significa que 2, 4, 6, 14, 36, 588 e 1040, só para citar alguns, são números pares. A noção de paridade também aparece em certas funções.

Nas telecomunicações, a paridade diz respeito ao processo de introduzir um bit adicional (conhecido como bit de paridade) no início de uma transmissão de dados, algo que ajuda a descobrir e resolver eventuais erros.
Para a economia, a paridade costuma trata-se de um valor que permite comparar uma divisa (moeda) com outra. Fala-se de paridade de poder aquisitivo, por outro lado, para se referir ao total dos produtos e serviços gerados numa região de acordo com o valor da moeda de uma nação tomada como referente.