Conceito de peneplanície


Mai 07, 15

Determinar a origem etimológica do termo peneplanície é fundamental para assim poder conhecer de forma certo o significado da palavra. A esse respeito podemos dizer que emana do latim, já que é o fruto da soma de dois elementos claramente diferenciados:
-”Paene”, que se pode traduzir como “quase”.
-”Planus”, que é equivalente a “plano”.

Peneplanície é um conceito que se usa frequentemente no âmbito da geografia. O termo é utilizado para designar uma superfície similar à planície, ainda com pequenas elevações que interrompem a planície. A fisionomia da peneplanície depende das consequências da erosão.

Posto isto, pode-se dizer que uma peneplanície é uma planície que carece de uniformidade devido à acção da erosão e da hidrografia, o que deriva na formação de certos relevos. A peneplanície pode-se formar a partir da união de vales que, com o passar do tempo (milhões de anos), dão lugar a um amplo terreno quase plano.

O desenvolvimento da peneplanície implica a finalização de um ciclo de erosão, no qual os relevos se destroem e fica uma superfície quase plana com escassa elevação relativamente ao nível de base.

Os elementos que costumam formar as peneplanícies são os restos de grandes formações rochosas que, com o accionar dos agentes da erosão, perderam elevação. Para que o processo seja levado a cabo, é necessário um extenso período temporal que careça de interferências; caso contrário, o ciclo interromper-se-ia e o terreno poderia conseguir o seu rejuvenescimento.

É possível encontrar peneplanícies em diversas regiões do mundo. Na Extremadura, do lado de Espanha, a peneplanície domina grande parte do território. A comunidade de Castela e Leão também apresenta extensas peneplanícies. Em Portugal, a região do Alentejo tem diversas peneplanícies.