Conceito.de

Conceito de erosão

Do latim erosĭo, a erosão é o desgaste que se produz na superfície de um corpo pela acção de agentes externos (como o vento ou a água) ou pela fricção contínua de outros corpos.

A erosão faz parte daquilo que se conhece como ciclo geográfico, que abarca as mudanças que sofre um relevo pela acção de vários agentes. Trata-se do processo de desgaste da rocha-mãe (ou rocha matriz) por processos geológicos exógenos. Os processos podendo provocar a erosão podem ser o vento, as correntes de água, as variações de temperatura ou inclusive a acção de seres vivos. Ou seja, os animais podem causar a erosão pelo simples facto de pastarem, por exemplo.

Existem dois grandes tipos de erosão de acordo com os seus efeitos. A erosão progressiva ou a erosão geológica desenvolve-se de forma natural com o decorrer dos anos pela acção de alguns dos factores já mencionados (vento, chuva, neve, calor, etc.). A erosão acelerada, em contrapartida, desenvolve-se com maior velocidade e os seus efeitos são notórios em pouco tempo. Este tipo de erosão costuma ser causado pela acção humana.

No que diz respeito ao agente causador, mencionaremos a erosão hídrica (pela deslocação da água, incluindo a erosão marinha e a erosão fluvial), a erosão glaciar (habitual nas montanhas), a erosão eólica, a erosão cárstica, a erosão biótica ou a erosão volcânica.

Noutro sentido, o termo erosão pode ser usado de forma simbólica para fazer referência ao desgaste de influência ou prestígio que pode sofrer uma pessoa ou uma organização: “Os casos de corrupção contribuíram para a erosão da credibilidade do governo”.