Conceito.de

Conceito de pluviómetro

Um pluviómetro é um dispositivo que é utilizado para calcular as precipitações (chuvas) que caem num certo lugar durante uma determinada quantidade de tempo. Aquilo que faz este instrumento é recolher a chuva caída e determinar quantos milímetros de altura alcança a colheita.

No Brasil usa-se o termo “pluviômetro” para descrever esse instrumento essencial na meteorologia.

Os pluviómetros básicos dispõem de uma abertura por onde entra a chuva, que cai através de um funil num recipiente marcado com uma régua. Ao observar nesta régua até onde chega a água, é possível saber quantos milímetros de chuva caíram desde que se começou a colheita até se realizar a observação.

Os primeiros pluviómetros datam de vários séculos antes de Cristo. Medir as precipitações permitia estimar como rendariam os cultivos, o que ajudou a aperfeiçoar as tarefas próprias da agricultura.

Os pluviómetros mais simples (que não eram mais que recipientes com uma régua) deram passagem a outros de maior complexidade, capazes de medir a chuva de forma constante, sem necessidade de que alguém se aproxime a cada certa quantidade de tempo (em geral, doze horas) para tirar as notas correspondentes.

Esse instrumento não recolhe e mede apenas a chuva, mas também recolhe e mede (em milímetros) a quantidade de outras ocorrências meteorológicas como a neve, a garoa e o orvalho.

É chamado de “índice pluviométrico” a medição em milímetros da quantidade de chuva, neve e outros num determinado local, um exemplo: quando fala-se que choveu 15 milímetros, então isso quer dizer que essa seria a altura médica que esse elemento alcançaria a partir do chão na área total de uma determinada cidade e num dado período de tempo.

Para a obtenção desse índice existem estações meteorológicas espalhadas em diferentes pontos, onde cada uma conta com pluviómetro.

O pluviómetro auxilia apresentando a quantidade de neve, água, garoa, etc. que caiu num determinado período, ajudando quem deseja acompanhar tais medidas ao longo de um tempo. É possível também identificar o índice de ocorrências meteorológicas ao longo dos meses ou anos, conseguindo saber os períodos chuvosos e de estiagem para se prevenir contra inundações ou durante secas.

Hoje, os pluviómetros continuam a ser um dos instrumentos mais importantes das estações meteorológicas, bem como os termómetros (para realizar a medição da temperatura), os anemómetros (medem a velocidade do vento) e os barómetros (destinados a calcular a pressão da atmosfera).

A nível doméstico, é possível construir um pluviómetro com um frasco ou outro recipiente e um funil. Basta marcar com uma régua a escala e deixar o pluviómetro ao ar livre (um jardim, uma varanda, um terraço, etc.). Nesse caso, o ideal seria instalar esse aparelho numa área aberta, mas também que fosse a cerca de um metro e meio do chão.

Esse instrumento é importante para aqueles que atuam no ramo da agricultura ou mesmo de transporte fluvial, pois fornece informações que ajudam a monitorar tais informações que são cruciais para esses tipos de negócios.

No Brasil dá-se o nome de Pluviômetro de Báscula ao aparelho meteorológico usado no recolhimento e medição de líquidos como chuva e garoa, assim como de sólidos como neve.