Conceito.de

Conceito de pretérito perfeito

Os tempos verbais constituem diversas formas de combinar o aspecto verbal e o tempo gramatical numa expressão. Dependendo do tempo verbal utilizado, uma oração tem uma certa referência temporal que indica quando teve lugar a ação do verbo.

O pretérito perfeito é um destes tempos verbais, presente em diferentes línguas. A menção do pretérito (passado) refere-se a ações que já se tenham realizado anteriormente (isto é, que já foram concretizadas).

Diz-se pretérito perfeito quando a ação se realizou na íntegra, e imperfeito se continuar a acontecer no Presente.

Posto isto, no nosso idioma, o pretérito perfeito indica uma ação que já tenha acontecido e que não tem um vínculo necessário com aquilo que se realiza no presente. Ora, sendo perfeito, a ação não está relacionada com o presente.

A expressão “O João gritou ao ver o seu pai” inclui o verbo gritar conjugado no pretérito perfeito. O grito de João teve lugar num momento já vivido, e não tem necessariamente um nexo com o presente.

Outros exemplos de orações com verbo conjugado no pretérito perfeito: “Ontem à noite, pedi camarões com alho”, “Já declarei tudo o que sei, senhor agente”, “Um dia, cantei na presença de cinco mil pessoas”.

Para que se possa distinguir o pretérito perfeito do imperfeito e do mais que perfeito, vejamos a seguir alguns exemplos de frases:

– Ele andou por aquela estrada junto com ela e se perdeu (exemplo no pretérito perfeito);

– Ele andava por aquela estrada junto com ela e se perdeu (exemplo usando o pretérito imperfeito);

– Ele andara por aquela estrada junto com ela e se perdera (aqui um exemplo com o pretérito mais que perfeito).

Veja que em todas essas frases nos referimos a situações que aconteceram no passado.

O pretérito perfeito é usado a fim de descrever uma situação que ocorreu num determinado tempo no passado. Enquanto isso, o pretérito imperfeito é usado quando queremos descrever algo que ainda não foi concluído, que ocorreu mas não foi terminado.

Há ainda o pretérito perfeito composto que é usado para descrever uma ação que ocorreu no passado e que também acontece no presente.

Um exemplo seria a frase “tenho caminhado por aqui por muito tempo” que descreve que uma pessoa passou e continua a passar por um caminho.

Por padrão, as frases que usam o pretérito perfeito composto são constituídas pelo uso do verbo auxiliar “ter” conjugado no presente do indicativo + um verbo principal particípio (geralmente terminado com “ado” “edo” ou “ido”). Outros exemplos: “tenho ido muito bem no trabalho”, “eles têm feito muito sucesso com a lanchonete”, “tu tens feito por para ajudar as pessoas mais necessitadas”, “ela tem dado tudo de si para que o negócio cresça”.

Na língua inglesa, o pretérito perfeito é conhecido sob o nome de simple past ou past simple. É usado em referência a um feito que ocorreu no passado e, em geral, aparece acompanhado por uma expressão de carácter temporal que alude a esse passado: “Yesterday I bought four books” (“Ontem, comprei quatro livros”).

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

laço

O conceito de laço é usado para nomear um emblema que geralmente é formado por fitas unidas ou franzidas. Esta insígnia, que...

Conceito de

esplêndido

Procedente do vocábulo latino “splendĭdu”, o adjetivo esplêndido é empregue para qualificar o que é excelente,...

Conceito de

espectro

O termo espectro, proveniente do vocábulo latino “spectru”, tem vários significados. Um dos significados...

Conceito de

esotérico

A etimologia de esotérico nos remete ao vocábulo grego “esoterikós” que significa peculiar aos de dentro, da...

Conceito de

escapulário

O vocábulo latino “scapularĭu”, que pode ser traduzido como costas ou ombros, é a origem etimológica de...

Conceito de

escola rural

Procedente do vocábulo latino “schola”, por sua vez derivada do grego “skholé”, o termo escola se...

Conceito de

esmero

Esmero é a dedicação e o cuidado que uma pessoa coloca para levar a cabo uma ação com sucesso. Quando alguém age com...

Conceito de

esgrima

A esgrima é a habilidade de esgrimir: manipular uma espada, protegendo-se das agressões do oponente e atacando; ou usar algo...

ARQUIVOS