Conceito.de

Conceito de quelóide

Quelóide é uma lesão que surge na pele a partir da expansão desmedida do tecido cicatricial. Quando se faz uma ferida na pele, esta cria uma cicatriz: a irrupção de um quelóide implica o crescimento adicional de tecido cicatricial no mesmo sítio, onde a lesão original já sarou.

Um trauma, uma vacina, uma intervenção cirúrgica, uma perfuração, uma queimadura ou mesmo a acne podem provocar o desenvolvimento de um quelóide. Os quelóides podem ter diferentes cores, ser protuberantes e provocar irritação ou ardor.

Os quelóides, de uma forma geral, dispensam tratamento médico. No entanto, é importante consultar um especialista para descartar outras patologias (como um tumor) e para consultar sobre a possibilidade de tratamento em caso de moléstias excessivas. Sempre que se constate que se trata de um quelóide, a pessoa terá uma cicatriz hipertrofiada, mas benigna.

Quando os quelóides são muito grandes, não só piora (porque amplia) o problema estético, como também pode provocar problemas a nível da mobilidade. Nesses casos, um médico pode sugerir diferentes tratamentos.

Uma operação cirúrgica justifica-se em certos casos, embora a possibilidade de recorrência seja alta. Também se pode aplicar a crioterapia e a radioterapia. Outros tratamentos podendo ser levados a cabo para eliminar ou reduzir um quelóide incluem a administração de corticosteróides e o uso de apósitos e vendas.

Convém destacar que, em certas etnias, os membros auto-infligem quelóides deliberadamente com fins rituais ou estéticos. Nesse sentido, as pessoas criam lesões de forma a ficarem com um quelóide.