Conceito.de

Conceito de refazer

Refazer é um verbo que, embora não seja muito usado na língua portuguesa, tem origem etimológica no vocábulo latino refacere. A acção refere-se a fazer novamente algo que está mal feito ou que se tenha partido/quebrado ou decomposto. Refazer, por outro lado, também é remediar ou reparar.

Exemplos: “A professora mandou-me refazer o trabalho de casa, pois apercebeu-se de que tinha sido copiado de um colega meu”, “A tua mãe tem direito a refazer a sua vida com outro homem”, “A inundação obrigou o governo a refazer dezenas de casas que estava prestes a entregar aos cidadãos”.

Refazer pode ser uma acção material. Suponhamos que um homem anda a fabricar uma mesa de madeira e, acidentalmente, parte um dos seus pés. Perante isto, ver-se-á obrigado a refazer o pé que partiu (isto é, terá de a voltar a fabricar).

Noutro contexto, a acção de refazer pode ser simbólica. Diz-se que uma pessoa refaz a sua vida quando toma decisões que mudam radicalmente a sua existência. É o caso de quem volta a viver com alguém, formando um casal, depois de uma separação ou de quem resolve emigrar para outro país: “O João refez a sua vida com a Marta há vinte anos”, “Em Espanha, perdi tudo o que tinha: vou mudar-me para a Finlândia para refazer a minha vida”.

Algumas pessoas opõem-se a validez da expressão “refazer a minha vida“, uma vez que não se tratar de voltar a construi-la, mas de lhe dar um novo rumo. Cabe mencionar que é uma observação subjectiva, e que em última instância, cada um é livre de descrever as etapas que atravessa como bem entender.

Depois de ter cometido muitos erros, ou de um enorme desilusão, gostamos de pensar que podem começar de novo, deixar o passado para trás e tornarmo-nos pessoas novas (mudadas), daí falarmos de “refazer”, e não de “mudar o rumo”, uma vez que esta última expressão supõe manter-se na mesma fase, mudar a nossa perspectiva dentro do mesmo cenário, e não satisfaz essa necessidade de virar a página.

Às vezes, refazer algo pode ser uma ordem que dita uma autoridade quando não está conforme com um resultado. Um professor pode pedir a um aluno para voltar a fazer um trabalho prático, enquanto o chefe pode pedir a um empregado para refazer um plano de negócios.

Este último caso também reflecte uma subtil diferença entre a primeira ideia que nos evoca o termo refazer e o resultado verdadeiro da acção: refazer um trabalho prático não é pegar em todas as suas peças e voltar a montá-lo, para não dizer fazer um novo, mas melhor do que o primeiro.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS