Conceito.de

Conceito de resenha

Uma resenha é uma narração breve e sucinta. O termo costuma ser usado para se referir à descrição que se realiza de uma obra científica, de um livro, de um filme, de um disco, etc., e que se publica num meio de comunicação ou a nível académico.

Exemplos: “Ontem, li a resenha sobre novo filme de Ben Stiller: parece ser bastante bom”, “O escritor mostrou-se furioso com o crítico literário pela resenha do seu último romance”, “A professora pediu-nos para fazer uma resenha sobre a obra de Charles Dickens”.

A resenha classifica-se como um gênero textual. E apesar dela ser hoje mais usada para descrever a opinião sobre um filme, série, animação ou mesmo um livro, a resenha pode também ser feita para analisar uma obra musical ou uma peça de teatro.

Pode-se dizer, a nível geral, que a resenha é uma nota que descreve ou resume os aspectos mais relevantes de um texto ou de um conteúdo audiovisual, o que ajuda o leitor a conhecer mais profundamente a obra em questão, antes sequer de ter acesso direto à mesma. Na prática, ao ler uma resenha sobre um filme, a pessoa informa-se sobre o seu argumento e vai vê-lo ao cinema sabendo do que se trata.

A resenha visa oferecer uma visão panorâmica (geral) e crítica sobre o objeto resenhado. Trata-se de textos descritivos-informativos que podem despertar o interesse do leitor (a ver um filme, ler um livro, ouvir um disco, assistir a um evento) ou dissuadi-lo.

A organização da resenha compreende uma estrutura argumentativa, que começa com uma introdução do objeto a tratar, seguida de uma tomada de posição por parte do autor (argumentando e justificando a sua opinião, seja esta favorável ou negativa) e conclui com uma reafirmação da posição adoptada.

Diferente do resumo que faz uma reunião das melhores partes de uma obra, a resenha é uma mescla de resumo com uma análise da obra com foco numa explicação ou mesmo crítica. Mas a grande diferença entre resumo e resenha é que o resumo não permite detalhes que não estejam na obra em questão.

A resenha pode, ainda, ser classificada em: resenha descrita ou resenha crítica. No caso da resenha descritiva, ela trata-se de um texto com o foco em descrever um objeto (livro, filme, etc.), ela não abre espaço para opiniões. Aqui se deve apenas descrever sobre o objeto.

Já no caso da resenha crítica, essa sim permite opiniões. Aqui, além de descrever as principais características de um objeto, há ainda a opinião de quem cria essa resenha, com o autor trazendo teses e o seu ponto de vista, o que ele acha daquele seriado, filme, livro, etc. E aqui o autor pode tanto opinar de forma positiva quanto negativa ou até mesmo ficar num meio termo.

Mas é importante também mencionar que a resenha crítica, além de ser uma resenha com opinião do autor, ela precisa possuir argumentos que sejam válidos, por exemplo: o autor não pode apenas falar que um filme é bom ou ruim, mas deve descrever a razão pela qual ele assim o considere.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

laço

O conceito de laço é usado para nomear um emblema que geralmente é formado por fitas unidas ou franzidas. Esta insígnia, que...

Conceito de

esplêndido

Procedente do vocábulo latino “splendĭdu”, o adjetivo esplêndido é empregue para qualificar o que é excelente,...

Conceito de

espectro

O termo espectro, proveniente do vocábulo latino “spectru”, tem vários significados. Um dos significados...

Conceito de

esotérico

A etimologia de esotérico nos remete ao vocábulo grego “esoterikós” que significa peculiar aos de dentro, da...

Conceito de

escapulário

O vocábulo latino “scapularĭu”, que pode ser traduzido como costas ou ombros, é a origem etimológica de...

Conceito de

escola rural

Procedente do vocábulo latino “schola”, por sua vez derivada do grego “skholé”, o termo escola se...

Conceito de

esmero

Esmero é a dedicação e o cuidado que uma pessoa coloca para levar a cabo uma ação com sucesso. Quando alguém age com...

Conceito de

esgrima

A esgrima é a habilidade de esgrimir: manipular uma espada, protegendo-se das agressões do oponente e atacando; ou usar algo...

ARQUIVOS