Conceito.de

Conceito de prólogo

Prólogo é um termo que provém da língua grega e que se refere a um pequeno discurso que antecede o corpo de uma obra escrita. Trata-se portanto da primeira parte de um livro. Por exemplo: “Jorge Luis Borges ficou encarregue do prólogo do livro mais famoso do seu amigo Adolfo Bioy Casares”, “O autor assegura no prólogo que as histórias narradas se baseiam em factos reais”, “É pouco frequente que um Prémio Nobel escreva o prólogo da primeira obra de um escritor principiante”.

O prólogo pode ser escrito pelo autor do corpo principal do livro ou por outra pessoa. Ainda que não seja uma parte imprescindível da obra (de facto, há muitos livros sem prólogo), o prólogo permite orientar o leitor ou serve para o escritor fornecer alguns detalhes sobre o processo de elaboração.

Quando o prólogo é escrito por outro autor, costuma apresentar o escritor, caracterizar a sua obra e realizar uma breve crítica ou resenha sobre o texto. A escolha da pessoa que irá escrever o prólogo pode depender do próprio autor ou da sua editora. É importante ter em conta que o prólogo é sempre escrito uma vez a obra finalizada. Quando o livro tem diversas reimpressões ou reedições, é comum contar com mais de um prólogo.

O prólogo faz parte dos textos preliminares da obra. Há que diferenciar o prólogo da introdução e do prefácio. A teoria literária qualifica os prólogos como sendo paratextos, por se encontrarem na periferia do texto principal (à semelhança das dedicatórias ou ainda das notas de rodapé).

Ainda sobre o prólogo nos livros, ele antecede o primeiro capítulo, já que se trata da parte inicial de um acontecimento. Em contrapartida, temos o epílogo que é inserido depois do último capítulo de um livro e esse aqui trata-se de uma resumo ou mesmo comentário sobre o desfecho da narrativa, por vezes tratando sobre o destino dos personagens principais de uma história, mas ele pode ainda revelar fatos que vem após a ação final da história, dando mais sentido ou, ainda, o complementando.

No antigo teatro grego, o prólogo tratava-se da primeira parte da tragédia, onde havia um diálogo entre os personagens ou mesmo um monólogo (quando há apenas um personagem), e assim era exposto o tema central da tragédia.

Mas ainda hoje nos teatros, há ocasiões onde se tem um prólogo que expressa o tema da peça, sendo que isso pode acontecer em monólogos iniciais, em cenas, entre outras ocasiões.

“O Prólogo” é o nome de um filme brasileiro, qual foi dirigido por Gabriel F. Marinho, que aborda sobre as propagandas políticas (em forma de curtas-metragens) que passavam no cinema e também na televisão brasileira nos anos 60 (uma época em que a televisão ainda não era tão popular como é hoje em dia).

“Os Cavaleiros do Zodíaco: Prólogo do Céu” é o nome do filme baseado na série japonesa “Os Cavaleiros do Zodíaco” (série de mangá e anime que fora escrita e ilustrada por Masami Kurumada), um filme que foi lançado no ano de 2004 em todo o mundo.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS