Conceito.de

Conceito de introdução

Do latim introductĭo, introdução é a acção e o efeito de introduzir ou de se introduzir (entrar num lugar, meter ou inserir uma coisa dentro de outra, conduzir alguém ao interior de um lugar). O conceito pode ser usado para evocar a preparação que se realiza para chegar a um determinado fim.

Exemplos: “Depois de uma introdução de dez minutos, o presidente passou a referir-se ao tema principal da reunião”, “Não quero introduções, vamos directos ao assunto, por favor”, “O professor fez uma breve introdução e explicou a lição do dia”.

Introdução também é o preâmbulo de uma publicação: “O romancista manifesta na introdução do seu livro que se inspirou em factos reais”, “O cientista russo afirmou na introdução do seu trabalho que não pretendia faltar ao respeito a ninguém com os seus trabalhos de investigação”.

As características da introdução dependem do género e do formato da obra. Num ensaio, a introdução é a secção inicial onde o autor explica os objectivos dos conteúdos incluídos no texto. A introdução é seguida do corpo (com o desenvolvimento do tema) e das conclusões.

A introdução pode incluir desde explicações sobre o assunto do texto à revisão de antecedentes que estão relacionados com o tema central.

No âmbito da música, a introdução é a parte inicial de uma obra instrumental. Costuma tratar-se de uma parte breve, de curta duração: “O compositor incluiu uma introdução com violinos e arpas antes do solo de piano”.