Conceito.de
Conceito de

Proémio

Proémio é um termo que costuma ser mencionado como equivalente a prólogo: refere-se, por conseguinte, ao texto que antecede o início de uma obra. O proémio situa-se antes do corpo de um determinado trabalho e serve como introdução, embora não faça parte da obra em si.

proémio
O termo proémio é o mesmo que prólogo

Um vocábulo grego derivou no latim prooemĭum e finalmente chegou à nossa língua como proémio.

Pode associar-se o proemio a um preâmbulo, um exórdio ou um prelúdio, consoante o contexto. As suas características, por conseguinte, variam segundo o tipo de obra. Na literatura, considera-se que o proémio serve para introduzir a temática que será tratada nas páginas seguintes.

No plano musical, o conceito de proémio era utilizado na antiguidade para designar o canto que antecedia a interpretação de certos instrumentistas. Também se chamava proémio a cantos de tipo religioso.

Em geral, pode dizer-se que o proémio procura orientar o público. O criador da obra esclarece ou explica a sua criação e assenta as bases para a recepção da mesma.

No direito, o proémio é aquilo que se inclui no começo de um contrato para estabelecer a natureza jurídica do mesmo. Através do proémio, menciona-se aqueles que celebram o contrato, detalha como se chamarão a seguir. O proémio, em suma, indica quais são as partes intervenientes no contrato, indica o lugar e a data em que se subscreve o acordo e qualifica o conteúdo do instrumento jurídico.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • O proêmio, uma seção introdutória de textos epicos, era usado na antiguidade para estabelecer o tom, o propósito, o contexto histórico e os personagens principais do texto.
  • Na Idade Média e no Renascimento, o proêmio evoluiu para incluir aspectos mais complexos, como a importância moral e teológica em um contexto religioso e político.
  • A literatura renascentista transformou o proêmio em uma seção mais introspectiva, com os autores expressando suas visões e intenções.
  • Na literatura moderna, o proêmio mantém a sua importância, mas passou a adotar formas mais flexíveis, servindo como uma ferramenta versátil e sendo usado em diversos gêneros literários e obras acadêmicas.

Uso de proémios em textos antigos

Na antiguidade, se fazia o uso de proémios como elementos importantes em textos épicos, a exemplo das célebres epopeias gregas: Ilíada e Odisseia.

O proêmio, que é uma seção introdutória de um poema ou discurso, funcionava em textos épicos gregos como uma abertura solene e grandiosa. Geralmente, ele constituía o tom e o propósito do texto, trazendo o tema principal, o contexto histórico e, ainda, os personagens principais, aprontando os ouvintes para a jornada épica que seria contada.

Sua influência na literatura Medieval e Renascentista

Quando na Idade Média e no Renascimento, o proêmio evoluiu para incluir elementos mais complexos. Na literatura medieval, em especial em obras como “A Divina Comédia” de Dante Alighieri, o proêmio obteve uma dimensão moral e teológica mais marcante. Em muitos casos, era usado para ressaltar a importância da obra num contexto religioso e político daquela época, definindo um elo entre a narrativa e os valores sociais e religiosos existentes.

Com a elevação da literatura renascentista, o proêmio se converteu em algo mais introspectivo, com os autores por vezes expressando suas visões e intenções através de prefácios e notas, delineando suas perspectivas únicas sobre o mundo.

Uso do proémio na literatura moderna e contemporânea

proémio
O termo proémio é comum na literatura moderna

Já no caso da literatura moderna e contemporânea, o proêmio assegura sua importância no estabelecimento do contexto e do tom de uma obra. Mas ele ainda admite formas mais flexíveis.

Com a diversificação dos gêneros literários, o proêmio se converteu numa ferramenta versátil, vista não somente em obras épicas, mas ainda em romances, ensaios e em obras acadêmicas. Em diversos casos, os proêmios modernos adotam a forma de um prefácio ou mesmo de uma nota do autor, concedendo um resumo preciso do tema e objetivo da obra. Eles ainda podem incluir citações iniciais importantes para contextualizar o leitor.

Além disso, na era moderna, a adoção de elementos como sinopse, resumo, capítulo, bibliografia, índice, glossário e apêndice se tornou comum. Tais elementos servem para auxiliar os leitores no entendimento e navegação pela obra, proporcionando uma visão geral do conteúdo, assim como a oportunidade de aprofundar o entendimento com mais referências.

O narrador moderno comumente usa o proêmio para designar o motivo central da narrativa e para conformar o cenário e o contexto onde a história se desenrola. Por meio do uso do proêmio, os escritores contemporâneos conseguem estabelecer uma ligação mais imediata com o leitor, criando uma expectativa que perdura ao longo da obra.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (3 de Julho de 2015). Atualizado em 20 de Outubro de 2023. Proémio - O que é, influência, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/proemio